Com professores em greve, governo de SP faz proposta para temporários

Por Cristiane Capuchinho - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Proposta acaba com "duzentena" para temporários. Apeoesp diz que valorização do salário não foi discutida em reunião

Em meio à greve de professores da rede estadual de São Paulo, a Secretaria da Educação de São Paulo apresentou nesta segunda-feira (30) uma proposta de melhorias para os professores temporários da rede (categoria O) durante reunião com a Apeoesp (sindicato da categoria).

O projeto de lei, enviado à Assembleia Legislativa, inclui os professores temporários na rede de atendimento do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público).

Outra proposta aceita pela pasta é a de reduzir o período de duzentos dias que professores temporários têm de ficar desligados da rede para quarenta dias. Os temas eram pautas da categoria há algum tempo. 

A reunião já estava agendada antes do início da greve dos professores, no dia 13 de março.

"A proposta é importante, mas essa não é a pauta central da greve, é uma de nossas demandas. Queremos a valorização do salário e a diminuição do número de estudantes por sala e isso não foi discutido", afirmou Maria Izabel Noronha, presidente da Apeoesp. 

A categoria pede um plano de reajuste de 75% para o salário dos professores, que hoje parte de R$ 2.145 para 40 horas semanais.

A secretaria afirma que analisará uma proposta de valorização dos professores a partir de abril, mas que o aumento será definido conforme o momento atual da economia. A pasta ressalta que nos últimos quatro anos, o salário da rede teve aumento de 45%.

"Se o momento atual da economia vale para nós, também vale para o governador e para os secretários, que mandaram em dezembro a proposta de reajuste de seus salários", criticou a presidente da Apeoesp. Em janeiro, os salários dos secretários do governo tiveram reajuste de 17,4% e chegaram ao valor de R$ 16,5 mil.

A próxima assembleia da categoria será realizada na próxima quinta-feira (2) na avenida Paulista.

Leia tudo sobre: greve de professoresigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas