Estudantes acusados de fraudar o Enem são denunciados pelo MPF

Por Agência Brasil - Mariana Tokarnia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Os denunciados teriam pagado R$ 15 mil para um homem repassar o gabarito do exame por mensagem de celular

Agência Brasil

Dois estudantes acusados de montar um esquema para acessar o conteúdo sigiloso no processo seletivo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicado em novembro deste ano, foram denunciados hoje (15) pelo Ministério Público Federal (MPF) no Ceará.

A ação penal é assinada pelo procurador da República Celso Costa Lima Verde Leal, em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense. De acordo com o procurador, os denunciados Bianca Miranda Matias e Valbert Souza Gomes contrataram um homem que, no segundo dia de aplicação da prova do Enem, repassou o gabarito do exame aos dois acusados, via celular.

Segundo o MPF, em depoimento, um dos estudantes relatou que há alguns meses, em João Pessoa (PB), um homem lhe cobrou R$ 15 mil para fazer a fraude. Para viabilizar o esquema, o estudante se inscreveu no Enem como sabatista e tendo problemas de visão. Para isso, obteve um atestado médico assinado por Miguem E. Duran Navarro, no município de Porteiras (CE).

No dia do exame, o denunciado Valbert Gomes foi ao local da prova com um celular comprado exclusivamente para a fraude. Mesmo alertado de que não poderia ficar com o aparelho, ele manteve o celular ligado dentro de uma sacola. Já Bianca Miranda Matias usou dois celulares, um deles comprado por ordem de um homem que repassaria o gabarito. "Antes do início da prova, entregou apenas um celular, o de sua propriedade, mantendo o outro dentro de sua bolsa", disse o procurador Celso Leal, na ação penal.

Consta ainda da denúncia que, diante de um problema elétrico na sala de aplicação da prova, os dois estudantes denunciados tiveram de mudar de sala. Na saída do local de prova, ao serem revistados por policiais federais, foram encontrados os celulares com mensagens de texto que continham o gabarito da prova.

Na ação penal, o procurador Celso Leal pede a condenação dos dois réus pelo crime de fraude em certames de interesse público, que prevê pena mínima de um ano de reclusão.

Exame

O Enem foi aplicado nos dias 8 e 9 de novembro. Mais de 6,2 milhões de estudantes fizeram as provas em mais de 1,7 mil cidades.

O caso de estudantes que receberam foto da página da prova com o tema da redação do Enem deste ano no Piauí continua sendo investigado pela Polícia Federal.

Antes do segundo dia de prova, estudantes postam fotos bem-humoradas. Foto: ReproduçãoAté na hora da paquera, eles só pensam no Enem. Foto: ReproduçãoPrincipal preocupação do segundo dia é o tema da redação. Foto: ReproduçãoEstudantes brincam com ansiedade antes da prova. Foto: ReproduçãoEstudantes repercutem prova do Enem. Foto: Reprodução"Escravidão". Foto: Reprodução/TwitterMemes do Enem 2014. Foto: ReproduçãoInternauta se diverte com frase da prova. Foto: Reprodução/TwitterE o Sansão é capaz de dar volta ao mundo. Foto: Reprodução/TwitterCandidato faz piada com questão da prova. Foto: Reprodução/TwitterInternauta comenta sobre questão da prova. Foto: Reprodução/TwitterEstudantes ironizam os atrasados. Foto: Reprodução/TwitterEstudantes ironizam a alta dos preços das canetas e outros acessórios nas portas dos locais de prova. Foto: Reprodução"Não xingue as pessoas que tiram foto na hora da prova; no futuro, quem fará teu lanche são elas", diz meme.. Foto: Reprodução/InstagramInternauta faz piada com o assunto das questões do Enem. Foto: Reprodução/TwitterEnem estuda meme. Foto: Reprodução/Enem da DepressãoPara aliviar a tensão, estudantes compartilham imagens bem-humoradas. Foto: ReproduçãoMemes do Enem 2014. Foto: ReproduçãoMemes do Enem 2014. Foto: ReproduçãoMemes do Enem 2014. Foto: ReproduçãoMemes Enem 2014. Foto: ReproduçãoMemes Enem 2014. Foto: ReproduçãoMemes Enem 2014. Foto: ReproduçãoPara estudar Enem meme. Foto: Reprodução/Prévest da deprêMeme Enem mib. Foto: Reprodução/Prévest da deprêMenina que chorou por Aécio vira alvo de memes. Foto: Reprodução/Prévest da deprêEstudantes brincam com o fato de passar o final de semana fazendo prova. Foto: ReproduçãoInternautas brincam com estresse da prova. Foto: Reprodução/InstagramInternauta brinca com a exigência da caneta preta transparente. Foto: Reprodução/TwitterInternauta "reclama" do tédio das redes sociais. Foto: Reprodução/TwitterInternauta se espanta com a quantidade de comida que alguns candidatos levam para a prova. Foto: Reprodução/TwitterJornalista americano diz que o Enem é a sua época favorita do ano, por causa da mídia brasileira que publica fotos de estudantes chegando atrasados na prova. Foto: Reprodução/TwitterInternauta se impressiona com candidatas que vão fazer a prova usando sapato de salto alto. Foto: Reprodução/TwitterInternauta não entende as fotos com hashtag #Enem2014, mas que não tem relação com a prova. Foto: Reprodução/TwitterE aparentemente está bem calor em alguns locais de prova. Foto: Reprodução/TwitterComo acontece todos os anos, há até internautas que esperam as fotos do desespero e correria dos candidatos para entrar no local da prova. Foto: Reprodução/TwitterUsuários das redes sociais brincam com o preço da caneta bic nas regiões das provas. Foto: Reprodução/TwitterInternautas ironizam os atrasados no Enem. Foto: Reprodução/Twitter


Leia tudo sobre: enemvestibularfraude

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas