Levantamento feito pelo iG mostra que ingresso no 1° semestre em 34 universidades será feito exclusivamente pelo Sisu 2015

Das 63 universidades federais do Brasil, apenas cinco instituições não utilizarão o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para a escolha de alunos no primeiro semestre de 2015, segundo levantamento feito pelo iG

São elas Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir) e a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). 

Nessas instituições, o estudante fez as provas de um vestibular próprio ou se inscreveu em uma seleção da universidade com as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) .

Maioria usa apenas Sisu como seleção

A maior parte das universidades federais (34) adotará o sistema criado pelo governo federal como única forma de ingresso. Neste grupo estão instituições como a Universidade Federal do ABC (UFABC) e a Universidade Federal de Itajubá (Unifei). 

Em outras duas instituições que destinam metade das vagas a brasileiros e metade das cadeiras para estrangeiros – Unila e Unilab –, o Sisu será a única forma de ingresso para os brasileiros.

Nesse caso, os estudantes deverão esperar até janeiro, quando normalmente é aberto o sistema, para se inscrever em dois cursos de seu interesse. O critério de seleção são as notas do Enem, com ponderação que pode variar para cada curso e universidade. 

Outras 24 universidades separaram suas vagas entre o Sisu e sistemas próprios de avaliação, como o programa seriado – em que o estudante faz provas ao logo de todo o ensino médio – ou a prova de habilidades específicas (usada em cursos de arquitetura, artes visuais e música, por exemplo.

É o caso da Universidade Federal Fluminense (UFF), que não colocará no sistema federal as vagas para o curso de arquitetura e urbanismo, pois os candidatos terão de fazer uma prova específica de aptidão. 

Como funciona o Sisu

Criado em 2010, o Sisu é um sistema informatizado que reúne vagas em instuições públicas de todo o País e usa exclusivamente as notas do Enem como critério de seleção. 

Diferentemente de outros vestibulares, nesse caso o candidato faz a prova e depois escolhe o curso que pretende fazer. Nele, o estudante deve escolher duas opções de curso (que podem ser em instituições diferentes) a que pretende concorrer. O sistema é aberto duas vezes ao ano, no primeiro e no segundo semestre. 

No primeiro semestre de 2014, o sistema ofereceu 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior. Em 2015, o sistema seleciona alunos para 205.514 vagas em 128 instituições públicas , a lista será publicada no dia 12 de janeiro. 

As inscrições no Sisu estarão abertas entre o dia 19 e 22 de janeiro pela internet

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.