Enem: tema da redação é publicidade infantil no Brasil

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Tema foi divulgado pelo MEC na sua conta do Twitter; provas terminam às 18h30, no horário de Brasília

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi Publicidade infantil em questão no Brasil, conforme divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Hoje é o segundo dia de prova do exame e também o mais temido por muitos candidatos, justamente pela elaboração da redação.

Mais: MEC diz que posts sobre tema da redação do Enem são falsos

Reprodução
MEC divulga tema da redação do Enem 2014

As provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e terão 5 horas e 30 minutos de duração. Além da redação, os candidatos terão que responder a questões de linguagens e códigos e matemática.

Alguns cuidados devem ser tomados pelo estudante hoje à tarde. As redações com sete linhas ou menos receberão nota zero. A estrutura deve ser dissertativo-argumentativa, ou seja, os candidatos devem expor argumentos relacionados ao tema da redação, elaborando-os de forma consistente e coerente.

Leia também:
Portões são fechados e atrasados lamentam esforço perdido
Ambulantes faturam nos locais de prova

A proposta de redação do Enem sempre vem acompanhada de textos que podem servir de motivação para que os candidatos elaborem seus próprios textos. No entanto, o estudante não deve se restringir às ideias ali apresentadas, copiar trechos ou torná-los parte de sua argumentação. Tais procedimentos podem fazer com que o candidato perca pontos na avaliação de competências. Aquele que fizer qualquer brincadeira ou deboche vai tirar zero.

As redações serão avaliadas de acordo com cinco competências: domínio da norma-padrão da língua escrita, compreensão da proposta da redação e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento para desenvolver o tema; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação e elaboração de proposta de intervenção ao problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Todos os anos, a redação é alvo de disputas na Justiça, pois as notas não são passíveis de recurso. O Inep divulga o espelho da redação para fins pedagógicos, para que o estudante saiba a nota que tirou em cada competência.

Veja fotos do Enem 2014:

José Carlos, de 18 anos, perdeu a hora e chegou atrasado no 2º dia do Enem. Ele queria pontuação para o Ciência sem Fronteiras (9/11). Foto: Barbara Liborio/iGÀ frente, estudantes sai sem falar com a imprensa após chegar atrasado e perder prova do Enem (9/11). Foto: Barbara Liborio/iGGuilherme da Silva, 25, vende salgadinhos, doces e bebidas todos os dias no campus da Uninove, Barra Funda. (9/11). Foto: Bárbara Libório/ iG São PauloGeorgina Santos, 44 anos, veio vender suas batatas fritas. Ela não veio no sábado, mas ao ver o movimento pela TV, decidiu arriscar. (9/11). Foto: Bárbara Libório/ iG São PauloCandidatos chegam para o 2º Dia de prova do Enem, em Brasília. Foto: Agência BrasilDorival formou filhos e netos e agora quer estudar também (9/11). Foto: Barbara Liborio/iGLilian, Adna e Karina saíram às 9h de casa para conseguir chegar às 11h no local de prova (9/11). Foto: Barbara Liborio/iGBeatriz Ribeiro achou a prova de física a mais complicada (9/11). Foto: Barbara Liborio/iGMovimentação em frente ao prédio da Uninove, na Barra Funda, para o 2º dia do Enem. Foto: Barbara Liborio/iGMovimentação em frente ao prédio da Uninove, na Barra Funda, para 2º dia do Enem (9/11). Foto: Barbara Liborio/iGFernanda Sazuki com a mãe, Regiane Nascimento; jovem tem autismo moderado e faz Enem para pleitear certificado do ensino médio (9/11). Foto: Barbara Liborio/iG8.nov.2014 - Fernando Henrique, 20, deixa local de prova na Barra Funda (em São Paulo) no primeiro dia de exame. Foto: Barbara Liborio/iG8.nov.2014 - Raimunda de Souza, 40, chegou antes do meio dia com a filha Luana, 19 . Foto: Barbara Liborio/iG8.nov.2014 - A candidata Cláudia Luna, 35, fez as provas do primeiro dia do Enem 2014 na Barra Funda, em SP. Foto: Barbara Liborio/iG8.nov.2014 - Após terminar a prova do primeiro dia do Enem 2014, o candidato Felipe Assunção, 18, está mais confiante para a prova de exatas amanhã. Foto: Barbara Liborio/iGEstudante chega atrasada no campus da Uerj, no Rio (8/11). Foto: Tomaz Silva / Agência BrasilEstudante não consegue entrar para a prova (8/11). Foto: Tomaz Silva / Agência BrasilGabrielle Bittencourt se perdeu no metrô, chegou atrasada e perdeu a prova. Foto: Barbara Liborio/iGCamila Trota errou o local, chegou atrasada e perdeu prova. Foto: Barbara Liborio/iGCandidata corre para entrar antes do fechamento dos portões. Foto: Agência BrasilLuandra Pereira, 21 anos, chegou atrasada e não conseguiu fazer a prova. Foto: Barbara Liborio/iGCandidata chega atrasada e fica de fora do Enem. Foto: Agência BrasilCandidatos chegam à UERJ, no Rio, para primeiro dia do Enem. Foto: Tomaz Silva / Agência BrasilHomem confere local de prova em cartão de confirmação do Enem. Foto: Agência BrasilMulher vende caneta na porta de local de exame . Foto: Agência BrasilEstudantes chegam para o Enem na Universidade Uniceub, na Asa Norte, Brasília. Foto: Wilson Lima/iG BrasíliaEstudantes se aproximam do portão de entrada da Universidade Uniceub, na Asa Norte, em Brasília. Foto: Wilson Lima/iG BrasíliaAmanda Garrido ouve Avenged Sevenfold antes do início da prova em SP. Foto: Barbara Liborio/iGLaís ao lado do pai, Paulo Tanaka, curtem música antes da prova. Foto: Barbara Liborio/iGAlunos aguardam abertura dos portões no campus da UFRJ, no Rio de Janeiro. Foto: Futura PressAlunos aguardam abertura dos portões no campus da UFRJ, no Rio de Janeiro. Foto: Futura PressFernanda, 21, tem autismo e sonha em fazer web designer. Ela aguarda abertura dos portões na Uninove, Campus Barra Funda, em SP . Foto: Futura PressAglomeração de estudantes no momento em que os portões abriram, em São Paulo. Foto: Barbara Liborio/iGElizabeth Gomes, 67, está em busca do certificado do ensino médio. ""Não pude estudar na época certa", diz ela, que sonha em fazer faculdade de matemática. Foto: Barbara LibórioO aposentado José Petronilho, 52, veio fazer a prova em busca de uma nota que lhe renda uma bolsa de estudos no curso de medicina veterinária. Foto: Barbara LibórioMovimentação dos alunos à espera da abertura dos portões. Foto: Barbara Liborio/iGVista da aula de matemática improvisada. Foto: Barbara Liborio/iGProfessor Márcio Barbosa dá aula de matemática na 'porta do Enem' em SP. Foto: Barbara Liborio/iGAlexandre Neto, 22, aproveitou a aula para pegar algumas dicas . Foto: Barbara Liborio/iGAs estudantes Gabriela Torres e Alana Calixto não assistiram à aula com medo de se confundirem. Foto: Barbara Liborio/iGMovimentação de alunos à espera da abertura dos portões para o Enem. Foto: Barbara Liborio/iGMovimentação dos alunos à espera da abertura dos portões. Foto: Barbara Liborio/iGAnna Stefani trouxe a mãe e o irmão com ela; jovem quer uma vaga na medicina da Unifesp. Foto: Barbara Liborio/iGAlexandre Barbosa, 21, chegou às 9h para evitar imprevisto. Ele quer uma vaga no curso de Direito em federais. Foto: Barbara Liborio/iGIngrid Medina, 16, está no 2º ano do Ensino Médio e presta o Enem como treineira. Ela quer estudar medicina na UNIFESP. Foto: Barbara Liborio/iG


Leia tudo sobre: temaredaçãoeneminepmec

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas