No primeiro dia do exame, organização disponibilizou dois profissionais para ajudarem a estudante durante a prova

Fernanda Sazuki é o nome artístico de Fernanda Nascimento, de 21 anos, que aos 11 recebeu o diagnóstico de autismo moderado. Este ano ela é uma das candidatas que está prestando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) .

Com a nota da prova, Fernanda quer o certificado de conclusão do ensino médio - ela concluiu até o nono ano do ensino fundamental - para pleitear uma vaga no curso de graduação em webdesign.

"Ontem foi muito tranquilo. A organização disponibilizou dois profissionais [um escrevedor e um ledor] que me ajudaram durante toda a prova", conta Fernanda.

Foi em 2012 que sua mãe, a assistente nacional Regiane Nascimento, entrou em contato com o Ministério da Educação (MEC) para que sua a autista pudesse prestar o exame. Em 2013, Fernanda tentou realizar a prova, mas cegou atrasada ao local.

Veja fotos do Enem 2014:

Neste domingo (9), ela trouxe seus desenhos ao campus da Uninove na Barra Funda. "Meu sonho é dar vida a eles. Quero aprender animação gráfica e dublagem para isso."

Fernanda também é apaixonada por fotografia de aviões, e quer se especializar nessa área. Ela conta que vai ao aeroporto todos os domingos, com o pai, para treinar a arte.

"Quero servir de exemplo para que outros autistas venham prestar o Enem. Eles também podem, também temos esse direito", diz a artista.

Regiane conta que só de Fernanda participar desse processo, independente do resultado, já é uma vitória. "Desde ontem tenho recebido muitas mensagens de mães de lugares distantes agradecendo pela inspiração", conta.

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.