Faltou luz em local de prova da região metropolitana de Natal

Agência Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) cancelou a aplicação das provas do segundo dia de Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Escola das Dunas, distrito de Pitangui, na cidade de Extremoz, na região metropolitana de Natal. O motivo do atraso foi queda de energia e o não cumprimento das regras de segurança.

Em nota, o Inep informou que os estudantes "tinham conhecimento que a aplicação de provas atrasaria por causa da queda de energia no local. Como não foi cumprido o protocolo de segurança, que exige a espera em sala com os equipamentos eletrônicos desligados e guardados na embalagem porta-objetos, a aplicação das provas foi cancelada".

Ainda de acordo com o Inep, haverá uma reaplicação para os alunos que estiveram presentes neste segundo dia de exame.

A falta de luz também prejudicou os candidatos no início da aplicação da prova na Escola Estadual Eldah Bitton, em Manaus (AM). Como neste caso foi cumprido o protocolo de segurança, os estudantes puderam optar por fazer a prova hoje ou resolvê-la em data que será futuramente agendada. De acordo com o Inep, os estudantes que optaram por fazer a prova em outro dia tiveram os nomes registrados em ata e terão a prova reaplicada.



    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.