Ler proposta da redação antes de iniciar as provas objetivas é a dica dos professores para o segundo dia do exame nacional

Serão quatro horas e trinta minutos de prova no sábado e mais cinco horas e trinta minutos de prova no domingo. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode parecer longo, mas os candidatos precisam tomar cuidado para não faltar tempo: ele terá, em média, três minutos para resolver cada uma das 180 questões de múltipla escolha da prova e deve deixar uma hora para escrever a redação.

O candidato deve estabelecer uma estratégia para resolver as provas, segundo Marcelo Borges, coordenador do colégio Garriga de Menezes, do Rio de Janeiro.

Começar pelo que o estudante sabe mais ou pelas questões que vão demandar mais tempo? Isso depende do estudante, o importante é não perder muito tempo em uma questão que ele não saiba.

"Se não souber, pula e vai para a outra. Depois o aluno volta revendo as que não fez", indica a professora Márcia Abdo, do Colégio Bandeirantes.

A dica do professor Eli Carlos Guimarães, do Colégio Sigma, é que logo na leitura, o candidato identifique o que está incorreto nos itens e sublinhe. “Se acha alguma coisa errada ou dúbia, deve grifar, porque chama a atenção. No Enem, ele terá que marcar a opção correta, a prova não tem como prática que o candidato assinale a opção incorreta. Então, é interessante que o aluno dê algum destaque para o que está errado, porque elimina logo”, diz.

Ler proposta da redação antes de tudo

A redação também merece planejamento prévio e deve ser feita em cerca de uma hora. Segundo a professora Eva Nobre, do Cursinho da Poli, o estudante deve fazer a redação no início ou no meio da prova.

“A orientação é para que ao receber a prova, o candidato leia a proposta de redação, grifando a coletânea e anotando as palavras-chaves, assim ele vai para a prova objetiva que lhe ajudará a amadurecer as ideias”, orienta.

Borges lembra que informações das provas podem ajudar o candidato inclusive a ter ideias para a redação. “Essa é uma dica importante porque a prova de linguagens pode gerar alguma ideia criativa para que eles possam desenvolver a redação”, sugere Borges.

Pausas são necessárias

Apesar de o tempo ser apertado, nada de ficar sem comer ou sem fazer pausas. O professor Alexandre Crispi, do colégio Alub, indica que o estudante se alimente a cada uma hora e meia. “Com tantas horas sem comer, o cérebro não vai conseguir dar as mesmas respostas, então, leve barras de cereais, chocolate. Ter em mãos um lanche ajuda a evitar que o aluno tenha esquecimentos durante a prova”.

Outras dicas são se levantar para beber água ou ir ao banheiro durante o período da prova para ativar a circulação e espantar o sono.

Se sobrar tempo no final, a sugestão dele é revisar. “Aproveite todo o tempo de prova e não saia antes do final. A maioria dos candidatos sai uma hora antes do final da prova e desperdiça tempo de prova”, afirma o professor Alexandre Crispi, do colégio Alub. Ele ressalta que, mesmo que o candidato tenha terminado a prova, é interessante aproveitar todo o tempo para revisar as questões que foram mais difíceis de resolver e geraram dúvidas.

Como são as provas?

O Enem 2015 será realizado nos dias 24 e 25 de outubro. Os candidatos devem chegar a seu local de prova por volta das 12h (horário de Brasília). Os portões serão fechados às 13h (horário de Brasília)

No sábado (24), primeiro dia de aplicação do exame, os candidatos terão que responder a 90 questões de múltipla escolha das provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias. A duração é de quatro horas e trinta minutos.

No domingo (25), serão 90 questões das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e de Matemática e suas Tecnologias, além de ter que fazer a redação. Nesse dia, os estudantes terão cinco horas e trinta minutos para terminar as provas.

* Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.