Professores municipais fazem assembleia em frente à prefeitura de São Paulo

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Docentes reivindicam incorporação de bônus complementar de 15,38% ao salário; a paralisação começou em 23 de abril

Agência Brasil

Futura Press
Profissionais querem salário de R$ 3 mil por 40 horas semanais; protesto reuniu 5 mil docentes

Cerca de 5 mil professores da rede municipal de ensino, de acordo com a Polícia Militar, estão ocupando o Viaduto do Chá e a rua Líbero Badaró, em frente à prefeitura de São Paulo, onde fazem nova assembleia para decidir se a categoria continua em greve ou não. A paralisação ocorre há exatamente um mês, desde o dia 23 de abril.

Os profissionais reivindicam a incorporação de um bônus complementar de 15,38% ao salário. Com ele, o salário inicial chegaria a R$ 3.000 para uma jornada de 40 horas semanais. Além disso, querem valorização profissional e melhorias nas condições de trabalho.

Leia tudo sobre: greveprofessores municipaisigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas