Inep divulga as notas máximas e mínimas do Enem

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Em matemática e suas tecnologias, a nota máxima foi 971,5. Nessa área, o menor desempenho alcançou 322,4

Agência Brasil

As notas máximas e mínimas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 já estão disponíveis. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as notas correspondem ao menor e ao maior desempenho de todos os participantes do exame e não podem ser comparadas ano a ano ou mesmo entre as áreas de conhecimento. No ano passado, mais de 5 milhões de estudantes fizeram o Enem.

Conheça a home do Último Segundo

Em matemática e suas tecnologias, a nota máxima foi 971,5. Nessa área, o menor desempenho alcançou 322,4 pontos. Ciências da Natureza registrou a nota máxima de 901,3 e a menor foi 311,5. Já em Ciências Humanas, o desempenho máximo chegou a 888,7 e o mínimo ficou em 299,5. A prova de linguagens e códigos teve como nota mais alta 813,3 pontos e a menor pontuação ficou em 261,3.

As pontuações seguem a Teoria de Resposta ao Item (TRI). O modelo funciona da seguinte forma: o valor de cada uma das questões vai variar de acordo com o percentual de acertos e erros de estudantes naquele item. Ou seja, um item que teve alto índice de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos na composição da nota final. Já o estudante que acertar uma questão que teve um alto índice de erros ganhará mais pontos pelo item.

No sistema da TRI, a nota mínima não é 0 e a nota máxima não é 1.000. O participante que deixa a prova em branco ou erra todas as questões da prova recebe a nota mínima correspondente ao seu caderno de prova. Para explicar o sistema, o Inep criou o guia Entenda a Sua Nota no Enem, que pode ser baixado no site da entidade.

A nota do Enem pode ser usada para a participação em programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos.

Os estudantes também precisam da nota do Enem para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obtenção de bolsas de intercâmbio do Programa Ciência sem Fronteiras.

Leia tudo sobre: estudantesenemnotasmecinep

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas