Universidade Federal do Pará tem as maiores pontos nas carreiras; alunos devem acompanhar nota diariamente

No ano em que, pela primeira vez, as 59 universidades federais do País adotaram o Enem como critério de seleção, a diferença de pontos exigida para conseguir uma vaga nos dois cursos mais concorridos - Medicina e Direito -chega a 200 pontos, a depender da instituição escolhida.

Conheça a nova home do Último Segundo

Quem ajudou a "inflacionar" a corrida por uma vaga foram as instituições mais tradicionais, como as federais do Rio de Janeiro (UFRJ) e de Minas (UFMG) e a Universidade de Brasília (UnB), sendo que as duas últimas estrearam este ano o uso do Enem como critério de seleção de seus alunos.

Na UnB, metade das vagas estão sendo ofertadas via Sisu; na UFMG - a segunda maior federal do país, atrás apenas da UFRJ - todas as cerca de 7 mil vagas serão preenchidas via Sisu.

Para Mateus Prado, especialista em Enem, a disparidade entre as notas é bastante considerável. "Se formos pensar em número de acertos (na prova do Enem), é uma diferença muito grande", afirmou.

Ele diz que, em geral, os alunos procuram grandes centros urbanos e instituições de ensino mais tradicionais. "Se você analisar, os maiores cortes se concentram na UFMG e na UFRJ. Por outro lado, os menores cortes estarão no Norte, em algumas universidades do Nordeste e em cidades pequenas", afirma.

Quem dá mais?

A grande exceção da lista é exatamente a detentora das maiores notas de corte, tanto em Direito como Medicina:  a Universidade Federal do Pará (UFPA). Ela é estreante no Sisu e disponibiliza apenas 20% de suas vagas por meio do sistema. Daí, a explicação para as notas altas. Em Direito, por exemplo, são apenas quatro para ampla concorrência.

Na UFPA, para conseguir uma vaga em Medicina, o aluno tem de ter conseguido 871,31 pontos (considerando a livre concorrência, isto é, sem contar cotas e outras ações de inclusão). Uma nota já apresentou aumento em comparação ao primeiro dia de inscrições - quando a pontuação era de 869,15 - e que pode continuar a subir até o encerramento das inscrições, na sexta (10).

Na sequência, logo após a UFPA, aparecem a UFRJ (campus Cidade Universitária) e a Universidade de Brasília, que exigem 823,4 pontos e 819,45, respectivamente. A UFMG aparece na lista com nota de corte de 804,5.

Entre as que menos exigem pontos, a primeira da lista é a Universidade Federal do Acre (UFAC), em que o estudante que tenha conseguido 740,35 pontos consegue garantir sua matrícula, uma diferença de 130 pontos em relação à primeira colocada. 

Direito

Em Direito, as três turmas UFPA aparece com as notas de corte mais altas do Sisu: 855,87 no matutino, 830,02 no vespertino e 829,44 no noturno. O aluno que quiser se matricular na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Campus de Caicó) também precisa fazer uma pontuação alta, de 810,94.

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) aparece com a nota mais baixa nesta quarta-feira. Para se matricular no no campus Vale do Rio Bugres o estudante tinha que ter feito 655,23 pontos. A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) , campus Bom Jesus, também tinha pontuação mais baixa na carreira, com 655,84. As duas exigem 200 pontos a menos do que a UFPA.

As notas de corte devem sofrer mudanças até sexta-feira (10), quando se encerra o prazo de inscrições. O resultado será divulgado na próxima segunda, dia 13.

Os 10 cursos de Medicina com as notas mais altas

1º) UFPA - Universidade Federal do Pará - 871,31

2º) UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro (Cidade Universitária) - 823,4

3º) UNB - Universidade de Brasília - 819,45

4º) UFOP - Universidade Federal de Ouro Preto - 806,79

5º) UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais - 804,5

6º) UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro (Macaé) - 804,43

7º) UFPR - Universidade Federal do Paraná - 803,9

8º) UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro - 802,34

9º) UFG - Universidade Federal de Goiás - 797,2

10º) UFU - Universidade Federal de Uberlândia - 796,6

Os 10 cursos de Medicina com as notas mais baixas

1º) UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - 766,46

2º) UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso - 766,24

3º) UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso - 765,95

4º) UFMA - Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz) - 764,74

5º) UFAM - Universidade Federal do Amazonas - 763,28

6º) UFMA - Universidade Federal do Maranhão (Pinheiro) - 762,88

7º) UESPI - Universidade Estadual do Piauí - 762,78

8º) UFRR - Universidade Federal de Roraima - 760,83

9º) UFSJ - Universidade Federal de São João Del Rei (São João del Rei) - 759,83

10º) UFSJ - Universidade Federal de São João Del Rei (Divinópolis) - 755,11

Os 10 cursos de Direito com as notas mais altas

1º) UFPA - Universidade Federal do Pará - matutino - 855,87

2º) UFPA - Universidade Federal do Pará - vespertino - 830,02

3º) UFPA - Universidade Federal do Pará - noturno - 829,44

4º) UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte (campus Caicó) - 810,94

5º) UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - integral - 791,06

6º) UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - noturno - 784,76

7º) UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais - matutino - 770

8º) UFPR - Universidade Federal do Paraná - matutino - 769,76

9º) UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora - integral - 768,3

10º) UFPR - Universidade Federal do Paraná - noturno - 762,12

Os 10 cursos de Direito com as notas mais baixas

1º) UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Paranaíba) - matutino - 685,05

2º) UESPI - Universidade Estadual do Piauí (Parnaíba) - 684,13

3º) Ufmt - Universidade Federal de Mato Grosso (Barra Do Garças ) - 681,08

4º) UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso (Alta Floresta) - 677,42

5º) UESPI - Universidade Estadual do Piauí (Picos) - 677,2

6º) UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Paranaíba) - noturno - 676,39

7º) UESPI - Universidade Estadual do Piauí (Corrente) - 666,19

8º) UESPI - Universidade Estadual do Piauí (Piripiri) - 662,21

9º) UESPI - Universidade Estadual do Piauí (Bom Jesus) - 655,84

10º) UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso (Vale Do Rio Bugres) - 655,23


    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.