Conheça 10 inovação digitais que democratizam a educação

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Lista foi feita por especialistas em tecnologia da informação da BBC, Financial Times e Universidade de Oxford; três brasileiras estão entre as escolhidas

Três projetos brasileiros entraram para a lista das 100 inovações digitais que ajudam na democratização da educação. A lista, divulgada em Londres, foi escolhida por um jurado formado, entre outros, por especialistas em tecnologia da informação da BBC, Financial Times e Universidade de Oxford. 

Conheça a nova home do Último Segundo

CDI é uma ONG com sede no Brasil. O objetivo do projeto é transformar vidas e fortalecer comunidades de baixa renda com o uso das tecnologias da informação. Foto: ReproduçãoCatraca Livre é um projeto jornalístico que tem com foco especial em cultura. Foto: ReproduçãoFora do Eixo gerou polêmica nesta ano no Brasil. É uma rede de coletivos articuladores, gestores e produtores de uma série de tecnologias e plataformas sócio culturais no Brasil. Foto: ReproduçãoKhan Academy é uma organização educacional sem fins lucrativos, que oferece educação, por meio de vídeo-aulas e plataforma de exercícios online. Foto: ReproduçãoAvaaz é uma famosa rede de ativistas para mobilização social global através da internet. Foto: ReproduçãoWikiLeaks é uma organização que publica, em sua página, postagens, documentos, fotos e informações confidenciais, vazadas de governos ou empresas. Foto: ReproduçãoScratch é um programa desenvolvido no MIT, onde jovens programam as próprias histórias interativas, jogos e animações . Foto: ReproduçãoBridge21 é um programa de educação que oferece um novo modelo de aprendizagem, que pode ser adaptado para uso em escolas secundárias. Foto: ReproduçãoO Crowdring promete revolucionar a maneira como as pessoas se mobilizam. A ideia é usar o telefone como uma plataforma para emitir uma opinião. Foto: ReproduçãoCoursera é uma empresa de educação que tem parceria com as melhores universidades e organizações de todo o mundo para oferecer cursos on-line de forma gratuita. Foto: Reprodução


Entre os brasileiros, foram escolhidos os projetos  CDI (Comitê para a Democratização da Informática), Catraca Livre e o polêmico Fora do Eixo. Os três aparecem no meio de projetos de outros países, como os renomandos Khan Academy (que oferece educação para pessoas de todo o mundo) e Scratch (ensino de programação para crianças).

Todos os anos serão feitas novas escolhas de mais projetos. A ideia é alimentar um guia destinado a mostrar soluções digitais que encontrem respostas para áreas como saúde, desenvolvimento local, meio ambiente, educação e participação comunintária. Confira a lista inteira aqui

Confira dez projetos escolhidos na lista:

Comitê para Democratização da Informática (CDI) -  Organização Não Governamental (ONG), com sede no Brasil. O objetivo do projeto é transformar vidas e fortalecer comunidades de baixa renda com o uso das tecnologias da informação, estimulando o empreendedorismo e a cidadania;

Catraca Livre - projeto jornalístico que tem com foco especial em cultura. Selecionam diariamente oportunidades gratuitas ou a preço popular nos mais variados serviços na região metropolitana de São Paulo e na cidade do Rio de Janeiro, abrangendo educação, esportes, consumo, trabalho, saúde e empreendedorismo.

Fora do Eixo - Polêmico, é uma rede de coletivos articuladores, gestores e produtores de uma série de tecnologias e plataformas sócio culturais no BrasilSua área de comunicação colaborativa, Mídia Ninja, ganhou notoriedade a partir da cobertura em vídeo, em tempo real, dos protestos realizados em junho pelo Brasil.

Khan Academy - organização educacional sem fins lucrativos criada em 2008 pelo norte-americano Salman Khan. Oferece educação, por meio de vídeo-aulas e plataforma de exercícios online. Todo conteúdo é aberto e gratuito. Atualmente há mais de 600 aulas em português.

Coursera -  empresa de educação que tem parceria com as melhores universidades e organizações de todo o mundo para oferecer cursos on-line de forma gratuita. A plataforma foi criada na universidade de Stanford.

Scratch - programa desenvolvido no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), onde jovens programam as próprias histórias interativas, jogos e animações - e compartilhar suas criações com outros membros da comunidade online. O projeto tem como missão ajuda os jovens a aprender a pensar de maneira criativa.

Bridge21 - programa de educação que oferece um novo modelo de aprendizagem, que pode ser adaptado para uso em escolas secundárias irlandesas. Mediado pela tecnologia, o projeto tem como objetivo rever a forma como os jovens são educados

Avaaz - rede de ativistas para mobilização social global através da Internet. O projeto se propõe a mobilizar milhões de pessoas de todo tipo para agirem em causas internacionais urgentes, desde pobreza global até os conflitos no Oriente Médio e mudanças climáticas.

WikiLeaks - Organização que publica, em sua página, postagens, documentos, fotos e informações confidenciais, vazadas de governos ou empresas, e de fontes anônimas. Além disso, também desenvolveram e adaptaram tecnologias para apoiar essas atividades

Crowdring - O projeto promete revolucionar a maneira como as pessoas se mobilizam. A ideia é usar o telefone como uma plataforma para emitir uma opinião. A ideia surgiu na Índia, para pressionar políticos locais. A ideia é usar das “chamadas incompletas” para que qualquer um possa participar de mobilizações, mesmo quem não tem acesso à internet.

Leia tudo sobre: inovaçãodigitaleducaçãoranking

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas