Segundo dia do Enem foi mais fácil que o primeiro, dizem candidatos

Por Maria Fernanda Ziegler |

compartilhe

Tamanho do texto

Para alunos, apesar de as questões ainda serem mais longas do que gostariam, prova foi mais direta

O segundo dia de prova do Enem foi considerado pela maioria dos candidatos mais fácil que o primeiro. Até mesmo a redação, tida por muitos como o bicho papão do exame, que este ano foi sobre a Lei Seca, foi classificada como "tranquila" por muitos.

Maria Fernanda Ziegler/ iG São Paulo
Acauã elogiou prova de Matemática, sua disciplina favorita

" Acho que fui bem. A prova estava tranquila. Achei o nível de matemática bom, mas como é a matéria que mais gosto, acho que fui bem", disse Acauã Hanttares Cirilli, de 17 anos. O estudante do terceiro ano fez o Enem para ganhar experiência em exames e também para conquistar alguns pontos em universidades federais onde pretende prestar vestibular para Engenharia Mecânica e Elétrica.

Gabriella Caminato, de 17 anos, também achou o segundo dia mais fácil que o primeiro. "Só achei difícil a parte de ciências da natureza, pois o meu colégio não dá muita coisa sobre estes assuntos" , disse a estudante que estuda no colégio Benedito Colosa, em São Paulo.

Gabriella fez o exame no ano passado como treineira e considerou que a prova foi melhor elaborada este ano. " Achei este ano melhor. As perguntas continuam longas, mas estavam um pouco mais diretas" , disse a estudante que pretende usar a pontuação do Enem para conseguir desconto na mensalidade da Faculdade de Belas Artes, onde pretende prestar vestibular para o curso de Design.

Gabriela do Nascimento, de 18 anos, achou os dois dias fáceis. "Ontem foi baba e hoje estava fácil também matemática e português. Achei o tema da redação simples. É um assunto que podemos relacionar com o cotidiano, é tranquilo", disse. Gabriela fez o Enem pensando em conseguir uma bolsa em uma faculdade de direito.

"Na redação, escrevi que a lei teve um bom efeito para diminuir as mortes e os acidentes no transito"' disse Acauã. Gabriella Caminato também considera a lei positiva. "Mas disse também que não adianta a lei estar bonitinha no papel e não ser cumprida", disse.

Leia tudo sobre: provasegundo diaredaçãoenem 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas