Com medo de 'branco', alunos usam últimos minutos para revisar matéria para Enem

Por Julia Carolina - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Redação e matemática despertam a ansiedade nos candidatos mais inseguros; prova tem duração de 5h30

Com os portões já abertos, muitos candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda se concentravam em frente ao prédio do Centro Universitário Belas Artes, na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, para dar aquela última revisada nas possíveis matérias que vão cair na prova. Neste domingo, o segundo dia do exame, estudantes enfrentam as disciplinas de linguagens e matemática, além de redação.

Conheça a nova home do Último Segundo
Gabarito: Confira a correção da primeira prova do Enem
Galeria: Veja imagens do Enem 2013 em todo o País

Julia Carolina / iG São Paulo
Jurandir da Silva, 19 anos, lia um papel com resumo de cursinho pré-vestibular antes da prova

A jovem Karimi Koedooder, de 18 anos, contou que está com medo da prova de matemática. "Fico com o pé atrás com matemática. Português é mais fácil para mim e inglês fiz curso, então não devo ter dificuldade", diz. Ela que quer arquitetura - principalmente na USP - disse que achou a prova do ano passado mais difícil.

Leia mais sobre o primeiro dia de prova:

- Prova de Ciências Humanas deu destaque a questões territoriais
- Textos menores no Enem exigiram maior domínio do conteúdo
- Química diversificou conteúdo sem exigir aprofundamento
- Para Jubilut, prova de biologia foi fácil
- Enem teve textos menores, mas foi mais difícil do que prova do ano passado

"Achei a prova mais confusa no ano passado, além de ter erros gramaticais", afirmou rindo, se referindo a questão que trazia uma charge com a palavra gasolina, escrita com z. Sobre a redação ela disse estar nervosa e achar que o tema é sempre uma surpresa.

Julia Carolina / iG São Paulo
Kelly Marques, 17 anos, com seus livros de Matemática

Jurandir Pereira da Silva, 19 anos, lia um papel com resumo de um cursinho pré-vestibular. "Achei a prova de ontem mais difícil que do ano passado, mas hoje estou tranquilo. Tenho mais facilidade com exatas e acho que vou me sair bem em matemática", contou o jovem que quer uma vaga em engenharia. Silva, porém, está inseguro com a prova de línguas. "Minha mulher que fez a inscrição para mim e escolheu espanhol. Eu preferia inglês", contou.

Falando pouco tempo para o início da prova, a jovem Kelly Marques, 17 anos, trouxe livros de matemática para dar uma última revisada. "Só quero dar uma última olhada em alguns tópicos, tipo estatística. Mas estou tranquila, gosto de matemática e português, então não estou muito preocupada", conta.

O maior receio, diz, é a redação. "Não vi muita coisa de atualidade esse ano, então fico com um pouco de receio, mas os textos do Enem já ajudam a ter algumas ideias. Acho que não será um problema", afirma. Estudante de escola pública, ela vai usar o Enem para tentar uma vaga para pedagogia pelo Sisu em alguma Universidade Federal. "Vou tentar até no Amazonas", completou rindo.

Leia tudo sobre: enemprovaexameredação

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas