Enem teve textos e questões sobre a África

Por Maria Fernanda Ziegler |

compartilhe

Tamanho do texto

Professora elogia o enfoque, mas diz que governo deve cobrar que tema tenha mais espaço no currículo escolar

A professora de redação Angela Maioli, de 30 anos, foi uma das primeiras a deixar o prédio da Uninove, na Barra Funda. Ela fez a prova para acompanhar os alunos e debater as questões em sala de aula nas próximas semanas.

Angela conta que a prova deste sábado teve muitas perguntas relacionadas à África. "Achei isso muito interessante. Teve um texto sobre o Congo e outras perguntas relacionadas à cultura africana", diz. 

Mas faz uma ressalva: "Acho estranho o governo federal cobrar estas questões se ele mesmo não dá suporte para a inclusão de cultura e história africana em sala de aula". Segundo ela, que tem especialização em literatura africana, as escolas não cumprem a lei 10.639/03, que introduziu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura Afro-Brasileiras e Africanas no ensino fundamental e médio.



Leia tudo sobre: enemáfrica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas