Funcionários protestam contra ocupação de reitoria da Unicamp

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Estudantes estão no prédio desde o dia 3 deste mês; alunos são contra a liberação da entrada da PM no campus

Agência Estado

Um grupo de aproximadamente 50 funcionários da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, fez um protesto na tarde desta quarta-feira (9), contra a ocupação do prédio da reitoria por estudantes que não concordam com a autorização de entrada da Polícia Militar (PM) no campus.

Conheça a nova home do Último Segundo

O prédio foi ocupado por cerca de 150 alunos da Unicamp no dia 3 deste mês, após a reitoria anunciar que liberaria o policiamento ostensivo dentro do campus, como reação à morte do aluno do 2.º ano de mecatrônica Denis Papa Casagrande, de 21 anos. Casagrande levou uma facada e foi espancado por um grupo de punks durante uma festa clandestina dentro da universidade na madrugada do dia 21.

"A ocupação não representa a maioria da comunidade acadêmica", afirmou o professor da engenharia elétrica João Romano, que disse ser favorável à presença da PM no câmpus. O grupo deu um abraço simbólico no prédio da reitoria, após o fim do protesto. Houve troca de acusações entre alunos e os organizadores do protesto contra a ocupação.

O Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp (STU) divulgou um boletim de apoio aos estudantes que ocuparam a reitoria. "O STU não é contra a ocupação e está contra a PM no câmpus. Mas nem todos os funcionários pensam assim", admitiu um dos diretores do STU, Antônio Alves Neto.

Por volta das 14h, um ônibus com alunos da Unicamp seguiu para a capital paulista com o objetivo de para participar da manifestação organizada pelos alunos da Universidade de São Paulo (USP), na Avenida Paulista. Uma nova assembleia está marcada para quinta-feira, ao meio-dia, para decidir se os estudantes permanecem no prédio da reitoria. A Justiça já concedeu reintegração de posse com apoio da PM, mas exigiu que fossem esgotadas as tentativas de negociação pacífica.

Leia tudo sobre: unicampreitoriaocupaçãoprotesto

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas