Unicamp sobe da 44ª para 28ª posição entre 'novatas' no mundo

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Ranking de instituições com menos de 50 anos é da Times Higher Education

A Unicamp subiu da 44ª para a 28ª posição no ranking das 100 melhores universidades do mundo com menos de 50 anos, segundo ranking divulgado nesta quarta-feira pelo Times Higher Education (THE), um dos mais importantes institutos de avaliação do ensino superior. Fundada em 1966, a Universidade subiu 16 posições em relação ao levantamento divulgado no ano passado. A Unicamp é a única universidade latino-americana a constar neste ranking.

Veja o ranking

A pró-reitora de Pesquisa, Glaucia Pastore, disse que a subida se deve à consolidação das áreas de pesquisa da universidade. “Por conta desse desempenho, temos a influência da pesquisa refletida no número de citações e no ambiente de ensino, que são fatores de avaliação do ranking."

A lista tem o Reino Unido como principal destaque: 18 das 100 instituições são de lá. Porém, o topo do ranking ficou com a Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang, na Coreia do Sul. Ela foi seguida pela Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, e pela Universidade de Ciência e Tecnologia da Coreia do Sul.

A Unicamp ouviu Phil Baty, editor da THE, sobre sua melhora: "A Unicamp tem apresentado uma melhora em todos os nossos indicadores, mas talvez o mais importante deles seja o impacto de suas pesquisas, medido por citações em publicações científicas. Esse é mais importante dos nossos 13 cuidadosamente balanceados indicadores e reflete a qualidade da produção de pesquisa da universidade em termos de o quanto ela contribui para a Academia no mundo. A Unicamp deu passos largos para garantir que sua produção científica seja melhor distribuída e, portanto, influencie mais. Esse é um progresso importante”. 

No ranking geral mundial do THE, a única brasileira que aparece é a USP entre as 100 primeiras

Leia tudo sobre: unicamptheranking

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas