Diferença de nota de corte de cotistas no Sisu foi de 4% para os demais

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Ainda assim, 42,4% dos inscritos eram cotistas e ficarão apenas com um terço das vagas

Agência Brasil

Estudantes cotistas e não cotistas tiveram uma diferença de aproximadamente 4% na média das notas de corte em licenciaturas, engenharia, medicina e pedagogia no Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Diferença pouca, disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. São beneficiados pela Lei de Cotas (Lei 12.711/2012) os estudantes que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas.

Leia também: Divulgados aprovados no Sisu de meio de ano

De acordo com balanço divulgado na segunda-feira pelo Ministério da Educação (MEC), a média das notas de corte de medicina foi 758 para cotistas e 784 para a ampla concorrência (diferença de 3,3%). Em Engenharia, a média para as cotas foi 682 e para a ampla concorrência, 716 (4,7%). Em pedagogia, 599 para cotistas e 620 para a ampla concorrência (3,3%) e, em licenciaturas, 611 para cotas e 640 para os demais (4,5%).

Na Unifesp: Desempenho de cotistas e não cotistas é igual

Segundo o MEC, os estudantes cotistas representam 42,4% dos inscritos no Sisu. Foram 334.461 cotistas inscritos em um total de 788.819 candidatos. Cada estudante podia concorrer a até duas opções de curso. Em relação ao número de inscrições, os cotistas foram 493.613, o equivalente a 32,32% do total das 1.527.444.

A maior parte dos cotistas inscritos (143.594 estudantes) é preta, parda ou indígena e tem renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo: R$ 1.017. O ministro Aloizio Mercadante informou que 33% das vagas nas instituições públicas serão destinadas aos cotistas no segundo semestre.

Leia tudo sobre: sisucotas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas