Câmara de São Paulo aprova contratação de 1,2 mil professores

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Novas vagas foram acordadas com sindicato durante a greve de docentes na rede municipal e são para escolas de educação infantil

Agência Estado

A Câmara de São Paulo aprovou nesta terça-feira, em segunda e definitiva votação, o projeto de lei do Executivo que cria 1,2 mil cargos de professor para escolas de educação infantil, especialmente creches. As novas vagas foram acordadas com o sindicato durante a greve dos docentes da rede municipal, encerrada no fim de maio após 22 dias. A ampliação do quadro foi uma das condições aceitas pela categoria para acabar com a paralisação. O texto segue agora para sanção do prefeito Fernando Haddad (PT).

Dias perdidos: Regra de reposição de aulas em São Paulo por greve desagrada

Na justificativa, Haddad afirmou que a contratação visa suprir o déficit na rede municipal, que tem 1.064 titulares afastados em um universo de 11.750 cargos. A maioria alega motivos de saúde ou pede licença para atuar em outros órgãos públicos. A capital tem 362 creches.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas