USP de Ribeirão Preto tem maior índice de aprovação no 9º Exame de Ordem

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Entre as 50 instituições de ensino que tiveram os melhores resultados na prova da OAB, apenas três são particulares

O curso de direito do câmpus de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) obteve o melhor índice de aprovação no 9º Exame de Ordem Unificado. Dos 25 candidatos presentes à primeira fase, 19 passaram na prova após a segunda etapa, o que representa um percentual de 76%. Em todo o País, dos 114.763 candidatos que prestaram a prova desde à etapa inicial, 11.820 (10%) obtiveram êxito e estão aptos a receber a carteira de advogado. O resultado não inclui os examinandos de Direito Constitucional, que tiveram suas provas recorrigidas.

Veja os 50 melhores desempenhos entre as instituições com pelo menos 20 inscritos

Atrás da Universidade de São Paulo, figuram entre os melhores desempenhos a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), com 75,28% e 69,57% de aprovação, respectivamente. Na lista, a USP aparece novamente com o quarto melhor desempenho, desta vez com o câmpus de São Paulo (Largo de São Francisco), que registrou 64,42% de aprovação em relação aos que prestaram a prova desde a primeira etapa. Os resultados levam em consideração as instituições de ensino que tiveram um mínimo de 20 candidatos inscritos no Exame de Ordem.

Mudanças: Mercadante diz que cursos de direito terão de oferecer estágio

Entre as 50 instituições de ensino que tiveram os melhores resultados no exame, há apensa três universidades particulares. O melhor desempenho é o da Faculdade Baiana de Direito e Gestão, de Salvador (BA), que, dos 98 presentes à 1ª fase, teve 45 aprovados, contabilizando 45,92% de êxito nesta edição do exame. Atrás da Faculdade Baiana, ente as privadas, figuram as Faculdades Integradas de Vitória, da capital capixaba. Dos 101 presentes à 1ª fase, 38 sagraram-se aprovados, registrando 37,62% de aprovação. A terceira é a Universidade de Salvador (UNIFACS), com 80 participantes, 29 aprovados (36,25%).

 Foram avaliadas todas as faculdades (públicas e privadas) que tiveram inscritos, cada uma, pelo menos 20 candidatos ao teste. Dessas, apenas três são de ensino privado.

Últimos exames

Nas últimas oito edições do Exame de Ordem, um total de 361.110 candidatos se inscreveram. Destes, 148.612 já foram aprovados em alguma dos oito edições (41,15%), sendo que 66.923 fizeram o exame apenas uma vez. A quantidade média de exames realizados pelos candidatos, até que sejam aprovados, é de 2,47.

Ainda segundo a FGV, o percentual médio de candidatos novos – que nunca prestaram as provas anteriormente – a cada exame é de 32,77%.

Próxima prova

No domingo, começa a 10ª edição do Exame de Ordem Unificado. A prova objetiva será realizada em todo o País às 13 horas (horário de Brasília), uma hora mais cedo do que ocorreu nas edições anteriores. No total, 124.887 candidatos se inscreveram para a prova. O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Poderão realizá-lo os estudantes de Direito do último ano do curso de graduação em Direito ou do nono e décimo semestres. A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado.

Leia tudo sobre: OABExame de Ordem

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas