Em busca de estudantes, universidades dos EUA abrem escritórios no Brasil

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Assim como Harvard, Universidade do Sul da Califórnia terá um endereço em São Paulo a partir do próximo mês e Columbia deve fazer o mesmo

A Universidade do Sul da Califórnia (USC) inaugura no mês que vem um escritório em São Paulo, seu primeiro na América do Sul. A instituição é a segunda norte-americana a ter uma equipe no país para atender interessados em cursar a graduação. A primeira é Harvard e a terceira está a caminho: Columbia planeja fazê-lo em setembro.

Entrevista: “Brasileiros vão mudar o perfil dos universitários nos EUA”, diz embaixador

Divulgação
Campus da Universidade do Sul da Califórnia que inaugurará escritório em São Paulo

Em eventos para divulgar o novo endereço, que será na Vila Olímpia, na zona sul da capital paulista, a USC também tem destacado o papel do escritório como facilitador de parcerias com universidades e instituições de pesquisa de todo o Brasil. A instituição chegou ao Brasil fechando convênios com a Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano do Estado de São Paulo para capacitação técnica e com a Universidade de São Paulo (USP), para cooperação acadêmica, que inclui o intercâmbio entre estudantes, professores e pesquisadores.

Atualmente, a USC tem 60 brasileiros matriculados entre 8 mil estudantes estrangeiros. A China, país que mais envia pessoas para estudar nos Estados Unidos, tem 3.038 alunos na instituição. Oficialmente, o escritório em São Paulo será inaugurado em 18 de março.

A Universidade do Sul da Califórnia tem cursos nas áreas de tecnologia, artes, comércio exterior, direito e planejamento urbano. A escola mais famosa é a de cinema, que formou cineastas como George Lucas e Walter Salles.

O escritório de Harvard no Brasil já uma década faz a ponte de um programa da universidade sobre o Brasil que promove um forte intercâmbio de alunos.

Outra norte-americana que é uma das principais potências educacionais e de pesquisa no mundo, a Columbia University, também está vindo buscar latino-americanos in loco para seus quadros. Em março, a instituição inaugura seu primeiro escritório na América Latina em Santiago, no Chile e, em setembro, pretende fazer o mesmo no Brasil.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas