Unicamp registra 12,2% de abstenção no 1º dia da segunda fase

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Eram esperados 15.352 candidatos, mas 1.874 não compareceram aos locais de exame

O primeiro dia da segunda fase do vestibular 2013 da Universidade Estadual de Campinas teve um índice de abstenção de 12,2%. Eram esperados 15.352 candidatos, mas 1.874 não compareceram aos locais de exame. Confira a prova aplicada neste domingo (13). 

O vestibular: Começa a segunda fase do vestibular da Unicamp
Próximo ano: Governo de SP apresenta proposta de cotas de 50% até 2016

O índice é um relativamente maior do que o registrado em 2012, 10,7%. Em Campinas, a abstenção registrada neste domingo foi de 9,1% e em São Paulo, 13,1%. Neste domingo, os candidatos responderam a questões dissertativas das provas de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa e matemática.

Futura Press
Candidatos durante as provas da primeira fase do vestibular da Unicamp 2013

Agora 13.478 estudantes seguem na disputa por uma das 3.444 vagas dos 68 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto (Famerp). Como as provas da segunda fase são obrigatórias, o candidato que zerar qualquer uma delas está automaticamente desclassificado do vestibular Unicamp. Com isso, os 1.874 ausentes podem prestar as próximas duas provas, mas não irão concorrer mais as vagas.

Nesta segunda-feira (14), serão cobrados os conteúdos de ciências humanas e artes e língua inglesa, e no último dia (15) ocorre a prova de ciências da natureza.

As provas são aplicadas em 18 cidades do País: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Fortaleza, Jundiaí, Limeira, Mogi Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Salvador, Santo André, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. 

Regras

A Unicamp proíbe os estudantes de entrarem nas salas de prova com aparelhos celulares. Quem for flagrado com o aparelho, será eliminado. Na primeira fase, 2013, 103 pessoas foram desclassificadas por descumprirem a regra. Além dessa restrição, também não é permitido portar quaisquer outros equipamentos eletrônicos, relógios digitais, corretivo líquido, lapiseira, bandana/lenço, boné, chapéu ou outros materiais estranhos à prova.

Os candidatos deverão levar o original do documento indicado na inscrição, caneta esferográfica de cor preta em material transparente, lápis preto, borracha, uma pequena régua transparente e compasso. Para controlar o tempo, é permitido o uso de relógio analógico.

Este ano, o vestibular da Unicamp recebeu, pelo quarto ano consecutivo, um número recorde de inscritos: 67.408.

Leia tudo sobre: vestibularunicampabstenção

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas