iG ganha Prêmio Nacional Jornalista Abdias do Nascimento

Reportagem sobre resultados do programa de cotas da Universidade de Brasília (UnB) foi escolhida a melhor na categoria internet

iG Brasília | - Atualizada às

O iG conquistou pela primeira vez o Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento. A reportagem " UnB já formou mais de 1 mil universitários pelas cotas ", da repórter Priscilla Borges, que mostra resultados do programa de cotas para negros da Universidade de Brasília (UnB), venceu a categoria internet.

Os vencedores foram anunciados na noite desta segunda-feira (12), em festa de premiação realizada no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro. Ao todo, a comissão julgadora recebeu mais de 150 inscrições para as sete categorias do prêmio.

Leia:  UnB já formou mais de 1 mil universitários pelas cotas

Ierê Ferreira/ Divulgação
Comissão premiou sete trabalhos jornalísticos na noite desta segunda-feira. Priscilla Borges, do iG Educação, ganhou a categoria internet

As reportagens e fotografias foram avaliadas segundo os critérios de originalidade da pauta, pertinência, criatividade, linguagem, fontes, caráter investigativo e repercussão obtida. Serão distribuídos R$ 35 mil aos vencedores das sete categorias (Mídia Impressa, Televisão, Rádio, Mídia Alternativa ou Comunitária, Internet, Fotografia e Categoria Especial de Gênero).

A premiação é organizada pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio), vinculada ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e conta com a parceria da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), do Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil (Unic-Rio) e do CULTNE Acervo Digital da Cultura Negra. Recebe também apoio da Superintendência de Igualdade Racial do Estado do Rio de Janeiro (Supir) e do Conselho Estadual dos Direitos dos Negros (Cedine). O patrocínio é da Fundação Ford, Fundação W. K. Kellogg e da Oi.

Confira a relação dos ganhadores nas outras categorias:

Mídia Impressa

Antonio Gois e Alessandra Duarte, Desigualdade em trabalhos iguais, O Globo – RJ

Televisão

Luciana Barreto e equipe, Caminhos da Reportagem: Negros no Brasil – Brilho e Invisibilidade, TV Brasil – RJ

Menção Honrosa: Míriam Leitão e Claudio Renato, A arqueologia da escravidão – Cemitérios dos Pretos Novos e Cais do Valongo, Globo News – RJ

Rádio

Nestor Tipa Junior, Quilombos urbanos, Radio Gaúcha – RS

Especial de Gênero

Ed Wanderley, Negra é minha cor, Diário de Pernambuco – PE

Mídia Alternativa ou Comunitária

Tatiana Félix, Karol Assumção, Natasha Pitts e Rogeria Araujo, Série Negros no Ceará: Redenção?, Agência Adital – CE

Fotografia

Nilton Fukuda, Excluídos pelo Crack, O Estado de São Paulo – SP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG