Ação na Justiça foi impenetrada por uso indevido de imagem da estudante Isadora Faber no horário eleitoral gratuito

A família da estudante de 13 anos nacionalmente conhecida por denunciar, através da página “Diário de Classe”, no Facebook, problemas estruturais e administrativos na Escola Municipal Maria Tomázia Coelho, de Florianópolis, entrou na Justiça pelo uso indevido da imagem da adolescente. O alvo é o PSD, partido do candidato à Prefeitura de Florianópolis, Cezar Souza Júnior, que mostrou Isadora Faber no horário eleitoral gratuito do primeiro turno das eleições municipais.

Sucesso na rede: Aluna de 13 anos usa Facebook para denunciar problemas da escola

A propaganda política do candidato de oposição valeu-se da repercussão negativa que a Secretaria de Educação local da atual gestão (do prefeito Dário Berger, do PMDB) adquiriu por conta das denúncias de Isadora.

A estudante Isadora Faber de 13 anos, que criou a comunidade Diário de Classe no Facebook para relatar problemas da escola em que estuda em Florianópolis (29/08)
AE
A estudante Isadora Faber de 13 anos, que criou a comunidade Diário de Classe no Facebook para relatar problemas da escola em que estuda em Florianópolis (29/08)

Em texto publicado no Facebook, no entanto, Isadora afirma que não concedeu autorização para nenhum partido para utilização de sua imagem. Ela explica que a equipe do candidato entrou em contato pedindo autorização para a utilização de sua imagem, mas o pedido foi negado.

Mobilização: Estudante é escolhida para participar de campanha do Facebook

”Quero dizer que este candidato e seu partido estão sendo processados pela minha família. Acho que atitudes como essa demonstram bem o caráter (ou falta de caráter) desse candidato”, afirma a estudante, em publicação postada no site na quarta-feira, 25 de outubro.

A mãe de Isadora, Mel Faber conta que a família foi procurada pela equipe do candidato em pelo menos três diferentes ocasiões. “Ligaram pedindo autorização e a resposta foi taxativa: não!” Ela afirma que a abertura de um processo jurídico se deu por conta disso. “Fomos bem claros, não queríamos que a Isadora e a página do Diário de Classe ficassem ligados a partidos políticos e eles mesmo assim usaram nossa imagem”.

Leia também: Críticas a escolas unem blogueiras mirins de Brasil e Escócia

A família, agora, aguarda o desfecho da ação. “Eles tomaram a atitude do tipo ‘vale a pena pagar o preço’, para eles é pouco”, afirma Faber.

Procurada pela reportagem do iG, a assessoria de imprensa da coligação Por uma Cidade Mais Humana, pela qual concorre à prefeitura de Florianópolis o candidato Cezar Souza Júnior, não respondeu às perguntas.

(por André Carvalho)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.