Licitação para prédio da Unifesp de Guarulhos fracassa

Nenhuma empresa apresentou proposta para construir prédio principal do câmpus, aguardado desde 2007

Agência Estado |

Agência Estado

Fracassou a licitação para a construção do prédio principal do câmpus Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Nenhuma empresa compareceu à abertura dos envelopes na última segunda-feira na universidade. Alunos, professores e funcionários aguardam a construção do prédio principal desde 2007, quando o câmpus foi inaugurado.

Polêmica:
Professores querem saída da Unifesp de Guarulhos
Conselho da Unifesp apoia permanência em Guarulhos

A falta de propostas para a construção do novo prédio vai atrasar ainda mais a estruturação do câmpus, que é o mais problemático da universidade. Neste ano, alunos fizeram uma greve de cinco meses, exigindo da reitoria melhorias no câmpus e, principalmente, uma definição em relação ao prédio principal.

O valor de referência do edital é de R$ 46 milhões. Segundo a reitoria, não há prazo para que um novo edital seja anunciado. "As empresas serão convidadas a se reunirem com o setor de engenharia da universidade e, a partir daí, um novo edital será elaborado e divulgado", afirmou, em nota, a Unifesp. A universidade já havia feito alterações no edital para atrair empresas.

Lançado no início do ano, o edital atraiu inicialmente 23 empresas. Apesar de todas terem retirado a documentação técnica, apenas 11 realizaram vistoria no local e estavam aptas a participar da concorrência. Mas nenhuma compareceu à universidade na segunda-feira, dia em que estava agendada a abertura dos envelopes. As obras ficariam a cargo da empresa que apresentasse a menor oferta.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG