Alunos com avaliações trimestrais voltam às aulas de olho nas provas

Escolas que dividem ano letivo em três partes fecham o segundo trimestre em agosto. Última semana das férias é de preparação para as avaliações

Marina Morena Costa - iG São Paulo | - Atualizada às

Estudantes de escolas trimestrais passaram a última semana de férias se preparando não só para a volta às aulas, como para a volta às provas. As instituições que adotam este sistema de divisão do ano letivo encerram o segundo trimestre em agosto e finalizam o processo de avaliação.

Lucas de Britto Capelari, de 12 anos, aluno do 7º ano do ensino fundamental do Colégio Guilherme Dumont Villares, de São Paulo, terá provas na segunda semana de agosto. Ele se programou para rever as matérias e fazer os exercícios recomendados na última semana de férias.

A família aprova o sistema e participa da revisão. “Foram quase quatro semanas de descanso e uma de estudos. Quando ele voltar às aulas vai corrigir, tirar dúvidas e estará preparado para as provas”, avalia a mãe, Lucinei Aparecida de Britto.

Thinkstock/Getty Images
Estudantes que têm provas trimestrais em agosto terminam as férias revisando conteúdos

O projeto pedagógico de algumas escolas adota o sistema trimestral, porque elas entendem que desta forma há mais tempo para o conteúdo ser trabalhado em sala de aula e compreendido pelo aluno, antes de ser cobrado nas avaliações. Já no sistema bimestral, o processo avaliativo é priorizado.

No Colégio Augusto Laranja, as provas mensais são aplicadas antes de os estudantes saírem em férias, no mês de junho. Em agosto, os professores aplicam avaliações com maior peso e fecham a nota do trimestre. “O aluno sai de férias com sua média quase fechada, sabendo a situação em que está e no que precisa melhorar”, pontua Áurea de Oliveira, coordenadora do ensino fundamental. Roteiros de estudo para as avaliações em agosto são disponibilizados na internet.

O colégio avisou por email os pais de alunos que não tiveram um bom desempenho que esta última semana de férias poderia ser aproveitada para levantar as dúvidas e trazê-las para a primeira semana de aula, que será uma revisão. “Normalmente o estudante deleta tudo nas férias. Nesses últimos dias vale fazer um planejamento para voltar às aulas”, destaca Áurea.

O Colégio Equipe adota os dois sistemas de avaliação, no ensino fundamental o ano é divido em trimestres e no ensino médio em bimestres. “Temos essa dupla sistemática, porque a gente acredita que o ritmo de aprendizado é diferente nessas etapas. No ensino médio o estudante tem mais autonomia, mais matérias e precisa desenvolver melhor a disciplina de estudo. O sistema bimestral acelera os processos avaliativos”, diz a diretora do colégio, Luciana Fevorin.

Férias: tempo de aprender

Para as crianças do ensino fundamental I (1º ao 5º ano), a volta às aulas significa uma revisão das férias. É quando elas contam o que fizeram, trocam experiências e registram o que aprenderam em atividades. A Escola Cidade Jardim/PlayPen elabora um caderno de vivências da turma, no qual os alunos relatam as vivências e o que aprenderam com colagens, desenhos e textos.

“A crianças cresce muito nesse período, vive situações diferentes, amplia o repertório, socializa. Ela precisa perceber que também aprende fora da escola”, destaca Gabriela Argolo, coordenadora do ensino fundamental I da escola.

* Atualizada dia 30/07/2012, às 10h20, com uma correção sobre o Colégio Augusto Laranja: em junho são aplicadas provas mensais e em agosto provas trimestrais.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG