Alunos pressionam a universidade para que o ponto dos grevistas não seja cortado pelo governo. Professores protestam por melhores salários

Agência Brasil

Estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ocupam a reitoria da instituição, em apoio aos servidores que estão em greve. O objetivo dos alunos é pressionar a universidade para que o ponto dos grevistas não seja cortado pelo governo.

Os estudantes fizeram uma vigília na reitoria na noite de quarta-feira (11) e, neste momento, fazem um protesto no local. Segundo Tadeu Alencar, que representa a UFRJ no Comando Nacional de Greve Estudantil, os alunos devem também participar da reunião do Conselho Universitário, que ocorre na manhã desta quinta-feira (12).

Enquanto isso, os professores da UFRJ devem protestar por melhores condições salariais com intervenções artísticas em 12 monumentos do Rio de Janeiro. Entre as ações previstas pelos grevistas estão a leitura de poemas, apresentações musicais e performances perto de estátuas de artistas como Carlos Drummond de Andrade e Noel Rosa.

Estudantes e professores fizeram ato que representa
AE
Estudantes e professores fizeram ato que representa "enterro" das políticas do governo, na reitoria da UFRJ



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.