Dilma promete ampliar número de escolas com ensino integral

Em conferência, presidenta disse que ampliação do turno escolar leva a ensino de primeiro mundo

Agência Brasil |

Agência Brasil

Diante de um público de crianças e adolescentes, a presidenta Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (12) que o governo vai aumentar o número de escolas em tempo integral no País. Segundo Dilma, a finalidade é ampliar dos atuais 33 mil para 60 mil o número de colégios de ensino médio e fundamental que oferecem atividades em turno complementar até o final de 2014.

Leia também:  Educação integral ainda é para poucos

“Esse país precisa caminhar para a escola de tempo integral, não e só para tirar os nossos jovens e crianças das ruas, é também para garantir ensino de padrão de primeiro mundo. Nenhum país desenvolvido tem escolas de período único”, disse durante discurso na 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Agência Brasil
Dilma participa de Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

A presidenta afirmou que a ampliação do turno escolar garante reforço aos estudantes nas disciplinas em que eles têm mais dificuldades, além de dar acesso a atividades culturais e esportivas. “Vamos disputar a economia moderna, a economia do conhecimento, aquela que agrega valor. Esse País vai ser desenvolvido quando as crianças e jovens tiverem acesso à educação de qualidade”, disse.

Na avaliação da presidenta, uma grande nação deve ser medida não só pelas riquezas econômicas, mas também pelo que faz pelas crianças e adolescentes. “Uma grande nação tem que ser medida por aquilo que faz por suas crianças e adolescentes, e não pelo Produto Interno Bruto que tem.”

A 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente começou na quarta-feira (11) e segue até sábado (14). Durante o encontro, será discutido um plano que prevê políticas públicas ao longo de dez anos, voltadas à proteção de menores que estão em abrigos, nas ruas e em conflito com a lei.

    Leia tudo sobre: Dilma Rousseffcriançaadolescenteensino integral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG