MEC e ONG assinam acordo para mandar alunos a universidades de ponta

Parceria do governo com Fundação Lemann faz parte do programa de bolsas Ciência sem Fronteiras

iG São Paulo |

O Ministério da Educação oficializou nesta segunda-feira, 9, acordo de cooperação com a Fundação Lemann para viabilizar a participação de estudantes brasileiros nos programas de pós-graduação de universidades de ponta nos Estados Unidos. A parceria faz parte das ações do programa Ciência sem Fronteiras , que pretende enviar ao exterior 101 mil estudantes até o ano de 2014 ( 75 mil com bolsas do governo e 26 mil bolsas serão concedidas com recursos da iniciativa privada).

Entenda: o que é Ciência sem Fronteiras
Atraso:  Intensivos de idiomas ainda não saíram do papel
Outros convênios: Acordo com a China vai oferecer 5 mil bolsas

Getty Images
Universidade de Harvard, uma das melhores no mundo, receberá estudantes brasileiros

A Fundação Lemann é uma organização sem fins lucrativos, que também concede bolsas de estudo a estudantes brasileiros que se destacam, e mantém acordos com seis universidades de ponta dos Estados Unidos: Harvard , Yale, Stanford, Columbia, Illinois e Califórnia. O entendimento com o MEC prevê que a fundação complemente a bolsa de estudos oferecida pelo governo brasileiro e pelas universidades.

À Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) caberá, entre outras ações, lançar chamadas anuais do programa, prover o deslocamento do estudante até o país de destino e de volta para o Brasil e pagar auxílios seguro saúde durante a permanência do aluno no exterior.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, lembrou na cerimônia de assinatura do convênio que o Ciência sem Fronteiras enviará 12 mil estudantes para o exterior em setembro de 2012 . “Esse programa abrirá um novo capítulo na história da educação brasileira, levando os melhores estudantes para as melhores instituições do mundo”, afirmou.

Esforços pela educação: Educação brasileira terá centro de estudos de ponta nos EUA

O Ciência sem Fronteiras tem como objetivo conceder bolsas de graduação e pós-graduação para brasileiros no exterior, em áreas do conhecimento definidas como prioritárias pelo governo. O foco é enviar estudantes para instituições de reconhecida excelência.

O presidente da Fundação Lemann, Jorge Paulo Lemann, elogiou a iniciativa do governo. “Tenho certeza de que esse programa será um dos grandes marcos do desenvolvimento do Brasil”, afirmou.

Veja fotos de universidades que receberam bolsistas este ano: 



    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG