Secretaria de Educação de SP divulga datas do Saresp 2012

Prova avalia a qualidade do ensino e também é usada no cálculo do bônus salarial dos professores e funcionários. Em 2011, a escola melhor avaliada fraudou o exame

iG São Paulo |

A Secretaria de Educação paulista divulgou no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira as datas da edição de 2012 do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo, o Saresp. Neste ano, as provas que avaliam o desempenho dos estudantes e fazem parte do cálculo do bônus salarial dos educadores da rede estadual serão aplicadas nos dias 27 e 28 de novembro (quarta e quinta-feira).

No Saresp 2011, houve fraude na Escola Estadual Reverendo Augusto da Silva Dourado, em Sorocaba, interior de São Paulo. A escola foi classificada com a maior nota da rede, 9,3, para o 5º ano do ensino fundamental. Todos os 27 estudantes daquele ano tiraram nota 10 em matemática e a média da turma em português foi de 9,1. Porém, conforme denúncia revelada pelo iG e confirmada por uma comissão de averiguação da Secretaria, os alunos tiveram ajuda de professores durante o exame.

O caso está sendo apurado agora pela Procuradoria Geral do Estado, que ouvirá a defesa dos envolvidos e determinará possíveis punições, como a exoneração dos funcionários.

Escolas municipais e particulares

Municípios e escolas particulares interessados em participar da avaliação têm até o dia 22 de julho para preencher o termo de adesão disponível no portal da Secretaria de Educação , no link “Saresp 2012”. O prazo para entrega da documentação vai até o dia 3 de agosto.

O governo do Estado irá custear as despesas referentes à aplicação da avaliação para os alunos de escolas municipais cujas prefeituras assinarem o convênio ou termo aditivo com a pasta. Já as escolas particulares interessadas em participar da avaliação devem arcar com os custos.

A prova

A prova afere o domínio das competências e habilidades básicas em língua portuguesa e matemática previstas para o término de cada ano/série (3º, 5º, 7º e 9º anos do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio). Também serão aplicadas avaliações de ciências para alunos dos 7º e 9º anos do ensino fundamental e de ciências da natureza (biologia, física e química) para alunos da 3ª série do ensino médio da rede estadual.

Para o 3º ano do ensino fundamental, as questões de língua portuguesa e matemática serão predominantemente abertas. Para os 5º, 7º e 9º anos do ensino fundamental e para a 3ª série do ensino médio, as questões para cada disciplina avaliada serão de múltipla escolha.

Uma amostra de turmas dos 5º, 7º e 9º anos do ensino fundamental e 3ª séries do ensino médio de cada rede de ensino farão uma redação. O tema para o 5º ano será uma carta de leitor. Para o 7º ano será uma narrativa de aventura e para o 9º ano e a 3ª série do ensino médio, um artigo de opinião.

Serão aplicados diferentes tipos de cadernos de prova para cada um dos anos/séries e respectivas disciplinas. As provas serão realizadas nos três períodos (manhã, tarde e noite), no horário de início regular das aulas, e terão duração mínima de duas horas e máxima de três horas.

Com os resultados do Saresp, mais dados de aprovação, reprovação ou abandono, a Secretaria da Educação calcula o Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp) e estabelece metas de crescimento para todos os níveis de ensino de cada escola. De acordo com o cumprimento dessas metas, é calculado o bônus dos professores e funcionários. Faltas são descontadas.

    Leia tudo sobre: Sarespavaliação escolarescola pública

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG