Morto em dezembro de 2011 aos 41 anos, autor de 17 livros recebe homenagem na zona norte carioca

Agência Estado

Morto em dezembro de 2011 aos 41 anos , vítima de um acidente vascular cerebral (AVC) , o jornalista, escritor e editor executivo do jornal O Estado de S.Paulo, Daniel Piza, recebe nesta quarta-feira uma homenagem póstuma da prefeitura do Rio. Ele dará nome à Escola Municipal Jornalista e Escritor Daniel Piza, em Acari, na zona norte, com capacidade para receber mil alunos.

Com investimentos de R$ 6,5 milhões, contará com uma biblioteca com obras do acervo pessoal de Piza, doadas pela família. O jornalista foi autor de 17 livros, entre romances, obras didáticas e uma biografia de Machado de Assis.

A inauguração contará com a presença do prefeito Eduardo Paes e da secretária municipal de Educação, Cláudia Costin, idealizadora da homenagem. "Acredito que esta escola, em uma área bastante pobre da cidade, pode inspirar os adolescentes com um pouco de suas convicções na questão da cultura, da educação, do esporte. Ele tinha essa vinculação, que tentaremos trazer para o projeto pedagógico da escola, com alegria e rigor", disse Cláudia.

A unidade, do ensino fundamental, terá 13 salas de aula, além de laboratórios de informática e ciências, auditório, quadra esportiva coberta, refeitório e outros espaços de convivência para os alunos. As aulas começam em agosto.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.