Categoria quer aumento salarial de 22%

Em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (5), os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram entrar em greve a partir da próxima segunda-feira (11).

A categoria reinvidica dedicação exclusiva, recomposição salarial imediata de 22%, retirada da representação do governo estadual no STF (Supremo Tribunal Federal) contra os triênios e regularização da situação trabalhista dos professores substitutos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.