Governo de SP dará 15 mil bolsas de estágio em escolas estaduais

Programa Residência Educacional irá oferecer a partir do 2º semestre bolsas de R$ 425 para estudantes de licenciatura

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

O governo do Estado de São Paulo criou nesta quarta-feira (18) um programa de estágio remunerado nas escolas da rede para estudantes de licenciatura. A Residência Educacional irá oferecer bolsas de R$ 425, mais auxílio-transporte de R$ 180, a cerca de 15 mil universitários já no segundo semestre deste ano. 

Du Amorim/Divulgação
O secretário de educação Herman Voorwald, durante a cerimônia de lançamento da Residência Educacional
A Secretaria da Educação fará em breve o chamamento público para que as instituições de ensino superior se cadastrem no programa. São elas que irão fazer o processo seletivo dos estudantes bolsistas. Os requisitos para a participação são: estar matriculado a partir do 3º semestre em curso de Licenciatura, que contemple as disciplinas da matriz curricular do ensino fundamental e médio; assiduidade e rendimento escolar satisfatório; não ser beneficiado por qualquer outro tipo de bolsa concedida pelo poder público estadual; ter sido selecionado pela instituição de ensino para participar do programa e ter disponibilidade para cumprir a jornada estabelecida no plano de atividades do estágio.

O programa pretende aproximar os jovens do magistério na rede estadual e prevê a atuação dos bolsistas em escolas consideradas de maior vulnerabilidade nos aspectos socioeconômico, de infraestrutura e de aprendizagem. Os estágios terão duração máxima de 400 horas e sete meses e os bolsistas terão um supervisor na universidade e outro na escola onde atuarão.

“Durante este estágio ele (o estudante) aprende a conviver com a realidade de uma unidade escolar. O objetivo é estimulá-lo para que, uma vez concluída a licenciatura, ele preste o concurso e ingresse como servidor da rede”, destacou o secretário de Educação, Herman Voorwald, na cerimônia de lançamento do programa, realizada nesta quarta-feira no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

A Residência Educacional, programa inspirado na Residência Médica, terá um investimento de R$ 73 milhões no primeiro ano. Para 2013, estão previstas mais 11.480 vagas para universitários atuarem em 361 escolas, sob o custo de R$ 56,6 milhões. No ano seguinte, o investimento de R$ 54,3 milhões incluirá mais 11.417 bolsistas em 359 unidades de ensino.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG