1º lugar no ENEM, aluna conta como passou na faculdade de Medicina

Os vestibulandos que sonham com uma vaga no curso de Medicina sabem da dificuldade de conquistá-la. É preciso estudar, e muito.

Camila Sayuri |

Até mesmo a mineira Luisa Lima Castro, de 19 anos, primeiro lugar isolado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em 2007, sabia que poderia não passar no vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em agosto do ano passado, a jovem acertou todas as questões da prova do ENEM e tirou a nota máxima na redação, um aproveitamento de 100%.

O alívio mesmo só veio em janeiro, quando seu nome apareceu entre os 320  aprovados do curso de Medicina da Federal mineira. Estava na 257ª posição da lista de classificados. Com o resultado, passou a fazer parte do reduzido número de ingressantes em Medicina que vieram de escola pública.

Luisa estudou durante todo ensino médio no Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) de Minas Gerais. E qual a fórmula para se dar bem: Encarar o vestibular, estudar, porque o resultado compensa, afirma Luisa.

Na Cefet, a jovem fez o ensino médio convencional de manhã e curso técnico de Química à tarde. À noite, fazia as atividades e relatórios pedidos. Em abril de 2007, terminou o colegial. Matriculou-se em um cursinho, onde estudava de 4 a 5 horas por dia fora as aulas. Evangélica, nos finais de semana ia ao ensaio do coral da igreja presbiteriana, onde assiste ao culto todos os domingos, e também à casa da avó.

Estudou até no dia da prova da UFMG. Nas duas semanas anteriores, não tinha conseguido revisar os assuntos direito. Diversos veículos de imprensa queriam entrevistá-la pelo resultado supreendente no ENEM. Saí da prova achando que não tinha ido bem, estava nervosa, afirma. Caso não tivesse passado no vestibular da federal, faria a Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, cuja mensalidade é R$ 2.400. Pelo resultado no ENEM, conseguiu bolsa integral pelo Programa Universidade para Todos (ProUni).

As aulas na UFMG começarão somente em Agosto. Mesmo tendo se dedicado bastante na escola e cursinho, Luisa imagina que seu ritmo de estudo não diminuirá. O pessoal fala que é bem puxado o curso de Medicina.

Leia mais sobre: Enem

    Leia tudo sobre: enemgênios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG