Discurso de Lula esquenta campanha de Zeca do PT

Presidente desafiou adversário do petista, Andre Puccinelli, a provar quem mais fez obras no Estado

Celso Bejarano iG Campo Grande |

Durante comício em Campo Grande, o presidente Lula lançou um desafio ao adversário de Zeca do PT, Andre Puccinelli (PMDB), que busca a reeleição.

Acompanhado da presidenciável Dilma Roussef, o presidente quer que o governador prove que fez mais obras no Estado que o governo federal durante sua gestão no MS.

A declaração deixou eufórica a equipe de campanha de Zeca do PT, que imediatamente solicitou ao ministro das Cidades para que gravasse depoimento no programa eleitoral do petista.

Nele, o ministro afirma que enquanto os recursos federais bancavam de 2007 até hoje a construção de 27 casas por dia no Estado, o governo de Puccinelli teria erguido apenas três imóveis no mesmo mesmo período.

O confronto de números em torno da quantidade de obras ocorreu justamente um dia após Puccinelli ter dito em seu programa que seu governo constrói, desde o início do mandato, 30 casas diárias.

Ao mesmo tempo, Puccinelli afirma que o ex-governador Zeca [2007-2003] teria sido responsável por apenas nove. O peemedebista pôs, inclusive, um auditor no horário eleitoral como meio de confirmar seu cálculo.

Fortes acendeu ainda mais a polêmica ao afirmar que Puccinelli “faltou com a verdade” ao empilhar numa só relação o volume de obras, sem distinguir as custeadas pelo governo dele e pelo governo de Lula.

Pelas contas do ministro os recursos federais bancaram 40 mil casas contra 4 mil do governo do Puccinelli.

Apesar da euforia petista, a realidade das pesquisas, porém, é bem diferente. No momento, a diferença de Zeca para Puccinelli se aproxima hoje de dois dígitos.

No comício, Lula disse que era para a “imprensa investigar” o volume de obras tocadas por seu governo em MS e, daí, iria saber quem, segundo ele, estaria realmente “cuidando dos pobres”.

Puccinelli entende que a vinda de Lula não deve mexer no resultado das eleições. Já quanto aos números acerca das obras e o desafio de Lula, o peemedebista preferiu se calar.

    Leia tudo sobre: Eleições MSEleições LulaEleições Zeca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG