Boxeador Rocky Marciano, piloto José Carlos Pace e times de futebol inteiros estão entre as vítimas de desastres aéreos

José Carlos Pace, em foto de 1976
Getty Images
José Carlos Pace, em foto de 1976
Seleção de futebol da Zâmbia
Data do acidente:
27/04/1993
Local do acidente: Libreville, Gabão
Total de mortos: todos os 30 a bordo
Descrição do acidente: avião militar com a seleção fazia a rota Lusaka, na Zâmbia, para Dacar, no Senegal, onde seria disputada uma eliminatória da Copa do Mundo. Após escala em Libreville, no Gabão, um dos motores pegou fogo e o avião caiu no Oceano Atlântico. Entre as vítimas, 18 eram jogadores.

José Carlos Pace, piloto de Fórmula 1
Nacionalidade:
brasileira
Idade: 32 anos
Data do acidente: 19/03/1977
Local do acidente: Mairiporã, São Paulo
Total de mortos: todos os 3 a bordo
Descrição do acidente: Pace voava em direção a Araraquara ao lado do colega de automobilismo Marivaldo Fernandes e do amigo Carlos Roberto de Oliveira, que pilotava o monomotor. Pouco depois da decolagem no Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, o avião bateu em uma árvore em meio à forte tempestade. Em 1985, o nome do Autódromo de Interlagos foi alterado para Autódromo José Carlos Pace, em sua homenagem.

Seleção de esgrima de Cuba
Data do acidente:
06/10/1976
Local do acidente: Bridgetown, Barbados
Total de mortos: todos os 73 a bordo
Descrição do acidente: os 24 integrantes da equipe voltavam de Bridgetown para Havana após participar do Campeonato de Esgrima da América Central e do Caribe. Nove minutos após a decolagem, duas bombas explodiram e o avião caiu no mar caribenho. Quatro venezuelanos que faziam oposição ao então presidente cubano, Fidel Castro, foram presos pelo atentado. O governo da ilha acusou a CIA de estar envolvida no ataque e, em 2005, a agência americana admitiu que, na época, tinha “informações concretas” sobre um plano contra aviões cubanos.

Graham Hill, piloto de Fórmula 1
Nacionalidade:
britânica
Idade: 46 anos
Data do acidente: 29/11/1975
Local do acidente: Hertfordshire, Inglaterra
Total de mortos: todos os 6 a bordo
Descrição do acidente: quatro meses após se aposentar, Hill pilotava seu avião particular da França para Londres. Ao encontrar forte neblina, deixou de controlar a aeronave, que perdeu altitude e chocou-se contra árvores. Entre as vítimas estavam integrantes de sua equipe de Fórmula 1, a Embassy Hill, incluindo o também piloto Tony Brise.

O boxeador Rocky Marciano ao anunciar sua aposentadoria, em 27 de abril de 1956
© AP
O boxeador Rocky Marciano ao anunciar sua aposentadoria, em 27 de abril de 1956

Rocky Marciano, boxeador
Nacionalidade:
americana
Idade: 45 anos
Data do acidente: 31/08/1969
Local do acidente: Newton, EUA
Total de mortos: todos os 3 a bordo
Descrição do acidente: 13 anos após se aposentar, Rocky Marciano voava de Chicago para sua casa em Des Moines, onde daria uma palestra e seria recebido em uma festa de aniversário surpresa. O avião decolou à noite e em meio à forte chuva, apesar de o piloto não estar qualificado para voar usando instrumentos e ter pouca experiência em voos noturnos. Ao tentar um pouso de emergência, ele perdeu o controle da aeronave, que bateu em um carvalho.

Seleção de patinação artística dos EUA
Data do acidente:
15/02/1961
Local do acidente: Bruxelas, Bélgica
Total de mortos: todos os 72 a bordo
Descrição do acidente: todos os 18 integrantes da equipe viajavam de Nova York, nos EUA, para Bruxelas, para depois seguir em direção à Praga, onde disputariam o Campeonato Mundial de Patinação Artística. Na hora do pouso, os controles de voo falharam e o avião caiu em um terreno.

Neve cai sobre destroços do avião que levava o time do Manchester United em Munique, na Alemanaha (06/02/1958)
© AP
Neve cai sobre destroços do avião que levava o time do Manchester United em Munique, na Alemanaha (06/02/1958)

Manchester United, time de futebol da Inglaterra
Data do acidente:
06/02/1958
Local do acidente: Munique, Alemanha
Total de mortos: 23 dos 44 a bordo
Descrição do acidente: o time voltava para casa após um jogo em Belgrado, na Sérvia, mas uma parada em Munique foi necessária para reabastecer. Problemas no motor impediram a decolagem duas vezes. Na terceira tentativa, resíduos de neve na pista fizeram com que a aeronave levantasse voo com velocidade abaixo da necessária. Sem ganhar altitude, o avião bateu em uma cerca e, depois, em uma casa desocupada. Entre as vítimas, oito eram jogadores do time. O treinador Bert Whalley também morreu no acidente.

Torino, time de futebol da Itália
Data do acidente:
04/05/1949
Local do acidente: Superga, Itália
Total de mortos: todos os 31 a bordo
Descrição do acidente: o time voltava para a Itália após um amistoso com o Benfica em Lisboa. Ao se aproximar de Torino, os pilotos encontraram forte chuva, trovões e baixa visibilidade. O avião perdeu altitude e a asa esquerda bateu no muro da Basílica de Superga, localizada em uma montanha. Todo o time morreu, com exceção de um jogador que não voou porque estava machucado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.