Tamanho do texto

Anton Terejin, de 9 anos, estava na lista de sobreviventes juntamente com sua irmã Anastasia Terejina, de 14 anos

Um menino que ficou gravemente ferido em um acidente de avião no noroeste da Rússia morreu, aumentando o número de mortos para 45.

Anton Terejin morreu durante a noite no hospital em Petrozavodsk, segundo o departamento regional do Ministério de Situações de Emergências. O garoto de 9 anos estava na lista de sobreviventes do acidente juntamente com sua irmã Anastasia Terejina , 14 anos.

O menino era o mais jovem entre as pessoas que conseguiram sair vivas dos destroços do jato Tupolev Tu-134 em Petrozavodsk, na província de Karelia, 700 quilômetros a noroeste de Moscou. 

Aeronave caiu ao tentar pousar em meio à neblina no aeroporto localizado nos arredores de Petrozavodsk (21/6)
Reuters
Aeronave caiu ao tentar pousar em meio à neblina no aeroporto localizado nos arredores de Petrozavodsk (21/6)
A ministra da Saúde, Tatyana Golikova, disse na terça-feira que Terejin havia perdido muito sangue e estava em condição extremamente grave.

Foi o desastre com o maior número de mortos na Rússia desde que o avião oficial do presidente polonês Lech Kaczynski caiu próximo à cidade de Smolensk, no oeste da Rússia, em meio à intensa névoa em abril de 2010, matando o presidente e outros 95 a bordo.

O vice-primeiro-ministro da Rússia, Sergei Ivanov, afirmou que um erro do piloto é a causa mais provável do acidente com um avião Tupolev Tu-134. Ivanov afirmou que investigações iniciais sugerem que o piloto não conseguiu ver a pista, pois se preparava para pousar em meio a uma neblina espessa e chuva pesada quando o avião caiu.

O avião, operado pela companhia RusAir, voava da capital russa, Moscou, a Petrozavodsk, levando 43 passageiros e 9 tripulantes.

A aeronave conseguiu evitar o choque com algumas casas ao lado da estrada. Segundo relato de testemunhas à agência de notícias russa Interfax, corpos podiam ser vistos sobre o pavimento da estrada. Um vídeo gravado por celular momentos após o acidente mostra os destroços da aeronave em chamas.

Contatos perdidos

Os contatos do avião com os controladores de voo foram perdidos às 23h40 de segunda-feira (16h40 de Brasília). Segundo um diretor do aeroporto de Petrozavodsk citado pela agência Interfax, as condições meteorológicas na região eram desfavoráveis e o avião descia para o pouso em meio a uma espessa neblina. Não se sabe se o avião tentou pousar na estrada ou se simplesmente caiu no local.

Uma equipe de investigadores foi enviada de Moscou para o local para analisar as condições do acidente e as caixas-pretas do avião, que foram recuperadas. A companhia privada RusAir, com sede em Moscou, é especializada em operar voos charter entre o oeste da Rússia e o Leste da Europa.

*Com Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.