Aeronave levava a bordo funcionários da companhia petrolífera ENI; ninguém sobreviveu ao acidente

Um pequeno avião da companhia petrolífera ENI caiu nesta sexta-feira na cidade de Karachi, no Paquistão. Todas as 22 pessoas a bordo - 20 passageiros e 2 tripulantes - morreram no acidente.

A aeronave caiu às 0h23 (horário de Brasília), pouco depois de decolar em Karachi em direção a Bith Shah. "Os pilotos entraram em contato com a torre de controle do aeroporto para informar sobre um problema em um dos motores", afirmou Pervez George, funcionário da Autoridade de Aviação Civil do Paquistão.

Segundo George, o avião iniciou um retorno ao aeroporto mas, logo depois, caiu. Além dos dois pilotos, também estavam na aeronave trabalhadores da companhia petrolífera e três técnicos.

Em entrevista à rede CNN, o coronel Noor Alam afirmou que os corpos foram carbonizados. "As queimaduras são tão graves que nem conseguimos diferenciar homens e mulheres", afirmou.

A aeronave era um bimotor Beech 1900C operado pela empresa privada JS Air. A petrolífera ENI é italiana, e uma das maiores empresas estrangeiras operando no setor de energia no Paquistão.

Aeronave com 22 pessoas se acidentou na cidade de Karachi
AFP
Aeronave com 22 pessoas se acidentou na cidade de Karachi

Com Reuters e EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.