Avião particular cai no Paquistão e deixa 22 mortos

Aeronave levava a bordo funcionários da companhia petrolífera ENI; ninguém sobreviveu ao acidente

iG São Paulo |

Um pequeno avião da companhia petrolífera ENI caiu nesta sexta-feira na cidade de Karachi, no Paquistão. Todas as 22 pessoas a bordo - 20 passageiros e 2 tripulantes - morreram no acidente.

A aeronave caiu às 0h23 (horário de Brasília), pouco depois de decolar em Karachi em direção a Bith Shah. "Os pilotos entraram em contato com a torre de controle do aeroporto para informar sobre um problema em um dos motores", afirmou Pervez George, funcionário da Autoridade de Aviação Civil do Paquistão.

Segundo George, o avião iniciou um retorno ao aeroporto mas, logo depois, caiu. Além dos dois pilotos, também estavam na aeronave trabalhadores da companhia petrolífera e três técnicos.

Em entrevista à rede CNN, o coronel Noor Alam afirmou que os corpos foram carbonizados. "As queimaduras são tão graves que nem conseguimos diferenciar homens e mulheres", afirmou.

A aeronave era um bimotor Beech 1900C operado pela empresa privada JS Air. A petrolífera ENI é italiana, e uma das maiores empresas estrangeiras operando no setor de energia no Paquistão.

AFP
Aeronave com 22 pessoas se acidentou na cidade de Karachi

Com Reuters e EFE

    Leia tudo sobre: acidenteaviãopaquistãodesastres aéreos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG