Acidente de avião deixa 31 mortos na Rússia

Bimotor cai pouco depois de decolar na região central da Sibéria; doze sobreviventes são resgatados e estão no hospital

iG São Paulo |

Um avião com 43 a bordo caiu pouco depois de decolar nesta segunda-feira na região central da Sibéria, na Rússia, deixando 31 mortos. Doze sobreviventes foram resgatados e hospitalizados, muitos deles em estado grave.

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre desastres aéreos

AP
Policiais observam destroços de bimotor que caiu na região central da Sibéria, na Rússia

O bimotor ATR-72, fabricado na França e na Itália e operado pela UTair, voava de Tiumen para Surgut com 39 passageiros e quatro tripulantes. A causa do acidente, que aconteceu em Tiumen, cerca de 1.700 km a leste de Moscou, ainda é desconhecida.

De acordo com o diretor de aviação civil da Rússia, não há evidências de negligência por parte da equipe que estava a comando da aeronave. Segundo a agência russa RIA Novosti, Alexander Neradko disse que há evidências de que o tratamento de degelo do avião "não foi feito dentro do nível necessário”. Ele acrescentou, no entanto, que não é possível ainda estabelecer conexão entre isso e as causas do acidente.

A Rússia registrou uma série de acidentes de avião nos últimos anos. Alguns foram atribuídos ao uso de aeronaves antigas, da era soviética, mas especialistas apontam para outros problemas como falta de treinamento da tripulação, aeroportos decadentes, pouco controle governamental e negligência da segurança na busca por mais lucros.

Em setembro, um acidente em Yaroslavl, cidade russa 150 a nordeste de Moscou, deixou 44 mortos, incluindo um time profissional de hóquei . O piloto foi considerado culpado pelo acidente.

Em abril de 2010, um avião caiu ao tentar pousar em Smolensk , no oeste da Rússia. O acidente deixou 96 mortos, incluindo o presidente da Polônia, Lech Kaczynski. O piloto e as condições climáticas foram considerados culpados.

O ATR-72 também já registrou acidentes em outros países nos últimos anos. Em novembro de 2010, um bimotor deste modelo caiu em Cuba , deixando 68 mortos. Uma investigação culpou as condições climáticas pela queda e disse que não havia nada de errado com o avião.

Em agosto de 2009, um ATR-72 operado pela Bangkok Airways saiu da pista e bateu em um prédio após pousar na ilha de Samui, na Tailândia. O piloto morreu e sete pessoas ficaram feridas.

Com AP

    Leia tudo sobre: rússiasibériadesastres áreosacidenteavião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG