Aeronave sofreu acidente em estrada; entre os mortos está uma criança de 11 anos e um homem em uma motocicleta que transitava pelo local

AP

Um avião lotado de turistas do feriado de Natal fez um pouso de emergência em uma estrada no centro de Mianmar nesta terça-feira, deixando três mortos e 11 feridos, disseram autoridades. Quatro estrangeiros estão entre os feridos no voo da Air Bagan, disse a companhia. Todos os mortos são cidadãos de Mianmar: um guia turístico e uma criança de 11 anos a bordo do avião e um homem em uma motocicleta que transitava na estrada em que o avião caiu.

Saiba mais: Veja o especial sobre Desastres Aéreos

Acidente: Queda de avião militar mata 27 no sul do Casaquistão

Membros de Brigada de Incêndio de Mianmar são vistos perto de avião de passageiro danificado da Air Bagan em Heho, Estado de Shan
AP
Membros de Brigada de Incêndio de Mianmar são vistos perto de avião de passageiro danificado da Air Bagan em Heho, Estado de Shan

Infográfico:  Os 10 piores acidentes aéreos do mundo

O voo estava com 63 passageiros a bordo, incluindo 51 estrangeiros, e seis tripulantes que iam da cidade de Mandalay para o Aeroporto Heho, no Estado de Shan, entrada para o popular destino turístico do Lago Inle, disse a Air Bagan em uma breve declaração em sua página no Facebook.

A companhia aérea identificou os turistas feridos como sendo dois americanos, um britânico e um coreano, afirmando que o incidente foi um "pouso de emergência". Autoridades, porém, deram um relato mais dramático, afirmando que o piloto confundiu a estrada com uma pista por causa do mau tempo.

Saiba mais:  Acidentes aéreos e falhas alteram tecnologia de aviação

Leia também:  Decolagem e pouso são as fases mais perigosas do voo

"Enquanto descia, o avião por engano pousou, por causa da neblina, ao lado da pista", disse a TV estatal, afirmando que a aeronave fez um pouso difícil e só parou de se mover em um campo de cultivo de arroz.

"A extremida traseira do avião quebrou e pegou fogo", disse a TV, citando uma declaração na página do Facebook do vice-ministro da Informação Ye Htut. As equipes de resgate controlaram o fogo cerca de 45 minutos depois, acrescentou.

De acordo com testemunhas, a fumaça encheu o avião quando ele atingiu o solo e ainda saía dos destroços da aeronave horas depois. Funcionários no aeroporto de Heho disseram que os feridos foram levados a um hospital na cidade vizinha de Taunggyi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.