Queda de avião militar mata 27 no sul do Casaquistão

Entre os mortos está o chefe do serviço de proteção de fronteira da ex-República Soviética; acidente aconteceu durante pouso da aeronave

iG São Paulo |

Um avião militar caiu nesta terça-feira no sul do Casaquistão quando se preparava para pousar, deixando 27 mortos, informou a agência de notícias Associated Press citando um comunicado do Comitê de Segurança Nacional do Casaquistão (KNB), a quem pertencia a aeronave.

Mianmar: Pouso de emergência de avião mata três dos 69 a bordo

Saiba mais: Veja o especial sobre Desastres Aéreos

A emissora de TV casaque KTK afirmou que o avião desapareceu do radar por volta das 19 horas locais (11h de Brasília) a cerca de 20 quilômetros da cidade de Shymkent, perto da fronteira com o Usbequistão, indicou o Comitê de Segurança Nacional do Casaquistão em um comunicado.

Entre os mortos estão sete tripulantes e 20 guardas de fronteira, incluindo o chefe do serviço de proteção de fronteira dessa ex-República Soviética, o coronel Turganbek Stambekov, indicou o comunicado. Sem dar mais detalhes, as autoridades disseram que foi aberta uma investigação sobre o acidente.

Infográfico: Os 10 piores acidentes aéreos do mundo

Stambekov foi indicado como chefe do serviço de fronteira em junho, depois do massacre de 14 soldados de fronteira em um remoto posto avançado casaque perto da China no mês anterior. Vladislav Chelakh, um recruta de 20 anos, foi sentenciado no início deste mês à prisão perpétua depois de ter sido considerado o único responsável pela chacina.

O serviço fronteiriço ficou sob rígida análise no Casaquistão desde as mortes, que muitos argumentaram que mostrou a falta de preparo e profissionalismo entre os soldados. Legislação aprovada na quinta-feira pela câmara alta do Parlamento e apoiada por Stambekov tinha o objetivo de melhorar o processo de seleção de recrutas para o serviço militar.

Saiba mais: Acidentes aéreos e falhas alteram tecnologia de aviação

Leia também: Decolagem e pouso são as fases mais perigosas do voo

A fronteira entre o Casaquistão e o Usbequistão se estende por 2,2 mil quilômentros de estepes e desertos da Ásia Central.

*Com AP e Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG