De acordo com Ministério da Defesa, acidente em remota região de montanhas foi causado pelas más condições climáticas

A queda de um avião militar da África do Sul deixou 11 mortos em Drakensberg, leste do país, informaram autoridades nesta quinta-feira. Segundo o Ministério da Defesa, o acidente na remota região de montanhas foi causado pelas más condições climáticas.

"A bordo da aeronave estavam seis pessoas da tripulação e cinco passageiros e foi confirmado que não há sobreviventes", informou o Ministério da Defesa em comunicado.

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre desastres aéreos

Infográfico: Veja a lista dos dez piores acidentes de avião da história

A aeronave C-47 Dakota decolou de uma base aérea perto de Pretória, na quarta-feira, e estava voando para Mthatha, na província do Cabo Oriental, quando desapareceu, segundo o Ministério.

Um porta-voz oficial negou informações de que o avião carregava uma equipe médica para atender o ex-presidente Nelson Mandela, como chegou a ser noticiado.

Médicos militares responsáveis pelo bem-estar de Mandela, de 94 anos, voam com frequência para o mesmo aeroporto de Cabo Oriental quando vão visitar Mandela em Qunu, um vilarejo rural onde o líder antiapartheid nasceu.

Com Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.