Derrotada no DF, Weslian promete ¿oposição implacável¿

Ex-candidata evita imprensa mas diz, em documento, que ¿grupo político¿ de Roriz cobrará promessas de futuro governo petista

Fred Raposo, iG Brasília |

A candidata derrotada do PSC ao governo do Distrito Federal, Weslian Roriz, prometeu este domingo que fará uma “oposição implacável” ao governador eleito, Agnelo Queiroz (PT). Em documento de duas páginas, divulgado após a apuração das urnas apontar a vitória do petista, Weslian diz que a oposição será feita por “grupo político comandado por Joaquim Roriz (ex-governador e marido de Weslian)”.

“(O grupo) cobrará na Câmara Legislativa, na imprensa, na sociedade as promessas de campanha”, afirma o texto. “Iremos acompanhar as decisões governamentais, a transparência prometida e as ações que possam prejudicar as populações mais humildes”.

Weslian acompanhou a votação ao lado do marido, na residência do casal, no Park Way. Ela não quis falar com a imprensa. Mas, segundo o coordenador de campanha de Weslian, Paulo Fona, a candidata recebeu o resultado “com tranqüilidade”.

Fona disse que Weslian atribuiu a derrota a “vários fatores”, como a desistência de Roriz em concorrer, as decisões dos tribunais eleitorais, a sangria da candidatura do ex-governador e o pouco tempo de campanha da candidata. Agnelo elegeu-se com 875.612 votos – ou 66% do total. Ele assume o Palácio do Buriti em 1° de janeiro.

Após o resultado, Weslian, Roriz e Liliane Roriz, uma das filhas do casal, discursaram para as dezenas de militantes rorizistas que ocupavam o jardim da casa. Os discursos foram fechados à imprensa. Porém, o clima na residência era traduzido pela expressão no rosto dos militantes, que entravam e saíam do local, mas que pareciam estar deixando um velório.

"Cartas marcadas"

Em seu discurso, Weslian agradeceu o apoio ao longo da campanha e disse, sem entrar em detalhes, ser “carta marcada”. “Vocês são carta marcada, gente. Eu tenho certeza que vocês todos são cartas marcadas, como nós somos também”. Em seguida, segundo sua assessoria de imprensa, o casal se recolheu a uma parte da casa, em que apenas a família tinha acesso, para descansar.

    Leia tudo sobre: eleições 2010eleições dfweslianrorizagnelo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG