DEM-MS defende consulta prévia sobre fusão com PMDB

Apesar de estabelecer condição, presidente do partido no Estado Murilo Zauith vê proposta com simpatia

iG Brasília |

A proposta de fusão do DEM com o PMDB vem encontrando resistências em Mato Grosso do Sul.

Que o diga o presidente regional dos democratas no Estado e vice-governador Murilo Zauith, para quem a ideia teria de passar por uma consulta nacional para aferir a vontade dos membros da agremiação.

Apesar das condicionantes, Murilo disse acreditar que a fusão serviria para ampliar a bancada federal do PMDB, agora com um vice-presidente eleito (SP), o atual presidente da Câmara Federal, deputado Michel Temer, na chapa de Dilma Rousseff (PT), presidenta eleita..

Apesar da perspectiva positiva, o momento não é muito oportuno aos democratas, que saíram da eleição amargando diversas derrotas eleitorais. 

Devido ao resultado adverso das urnas, o DEM agora luta pela própria sobrevivência política.

A legenda perdeu 22 cadeiras na Câmara e seis no Senado.

Na mesa de negociações, também estaria sendo discutida a fusão do DEM com o PSDB.

O eventual ingresso do DEM à bancada governista implicaria o enfraquecimento ainda maior da oposição, que passaria a contar com apenas 68 parlamentares, de um total de 513 deputados. 

A proposta democrata é de autoria do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (DEM-SP), que sonha suceder o governador eleito Geraldo Alckmin (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes daqui a quatro anos.

Com informações do site Dourados Agora


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG