Delegacia Fazendária de MT indicia 12 por superfaturamento

Valor superfaturado chegaria a R$ 44 milhões em licitação para compra de maquinário pelo Governo local

Kelly Martins, iG Cuiabá |

A Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública indiciou 12 pessoas no inquérito que investiga o superfaturamento de R$ 44 milhões na compra de maquinários pelo programa do Governo “MT 100 Equipado”.

Três servidores da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e nove empresários que venderam as 705 máquinas e caminhões são acusados por fraude em licitação, corrupção passiva e formação de quadrilha.

Os nomes não foram divulgados pela polícia pelo fato de o processo tramitar em segredo de Justiça.

A delegada Alana Cardoso, uma das responsáveis pelo "escândalo das máquinas" informou que irá remeter o relatório ao Ministério Público Estadual para oferecimento de denúncia.

Explicou também que as investigações foram divididas em três fases. O primeiro inquérito de nº 51/2010, apurou fraudes na compra dos equipamentos e já está finalizado. 

O segundo, de nº 63/2010, foi instaurado para apurar suposta fraude de caminhões e máquinas para formação de patrulhas rodoviárias, e o terceiro para investigar lavagem de dinheiro.

Ambos continuam em andamento e aguarda relatório da Auditoria Geral do Estado (AGE).

A Pericia Oficial e Identificação Técnica (Politec) finalizará nos próximos 21 dias a perícia em maquinários de 38 municípios que restam. 

A delegada enfatiza que, por meio das delegacias do interior, já havia vistoriados os equipamentos de 125 municípios.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG