Debate de candidatos ao governo de MT começa tenso

Wilson Santos (PSDB) chega para evento ameaçando Silval (PMDB) de apresentar novas denúncias

Kelly Martins, iG Cuiabá |

O momento que antecedeu o último debate eleitoral entre os candidatos ao governo de Mato Grosso foi marcado pelo clima de tensão.

Logo ao chegar para o debate, candidato Wilson Santos (PSDB) adiantou que iria apresentar nova denúncia contra o governador e líder nas pesquisas Silval Barbosa. 

Santos não esclareceu qual seria a denúncia, mas foi o bastante para esquentar os ânimos.

A estratégia do tucano tenta de todas as formas empurrar as eleições para o segundo turno e, apesar de não querer anunciar o teor da denúncia, garante que irá comprometer a gestão do peemedebista.

Por outro lado, Silval Barbosa declara que é alvo dos adversários por se manter líder nas pesquisas de intenção de voto e considera os ataques como “normais”.

O peemedebista rebateu a declaração, afirmando que o tucano não está credenciado a falar contra o governo, pois enfrentou diversos problemas quando estava à frente da Prefeitura de Cuiabá.

Barbosa citou a polêmica que envolve as obras do PAC, paralisadas por suspeita de fraudes em licitações, greve dos médicos da saúde municipal e falta de água nos bairros, durante a administração tucana.

O candidato Mauro Mendes (PSB) garantiu que estará no segundo turno das eleições e aposta que o debate será decisivo para conquistar os eleitores, principalmente, quem ainda não decidiu em quem votar no dia 3 de outubro.

Também negou qualquer acordo com Wilson Santos para evitar que o governador seja reeleito no primeiro turno.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG