Vazamento no Golfo do Médico por ser um dos piores da história dos EUA

Washington, 27 abr (EFE).- O vazamento de óleo no Golfo do México após a explosão de uma plataforma na semana passada poderia ser "um dos piores da história dos Estados Unidos", advertiu hoje a chefe da Guarda Costeira americana, Mary Landry.

EFE |

Washington, 27 abr (EFE).- O vazamento de óleo no Golfo do México após a explosão de uma plataforma na semana passada poderia ser "um dos piores da história dos Estados Unidos", advertiu hoje a chefe da Guarda Costeira americana, Mary Landry. "Vou ser franca. Os esforços da British Petroleum - a companhia que operava a plataforma - para fechar a válvula de escape não tiveram êxito por enquanto", declarou Mary, em entrevista coletiva em Nova Orleans. Mary se negou a fazer comparações com o acidente envolvendo o petroleiro Exxon Valdez na costa do Alasca em 1989, que causou o vazamento de 40 milhões de litros de petróleo. No entanto, ressaltou que "se não fecharmos o poço, gerará uma das piores marés negras da história dos EUA". Os diretores da British Petroleum estão fazendo tentativas para que veículos robóticos submarinos consigam tapar o poço. Se não conseguirem, uma das alternativas considerada pelas autoridades, segundo Mary, é queimar o petróleo, o que limitaria o alcance da mancha de óleo, mas poluiria mais a atmosfera. EFE mv/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG