Vandalizada por beijos, sepultura de Oscar Wilde é protegida

Em Paris, o monumento restaurado agora é protegido por uma vidraça

BBC Brasil |

selo

A sepultura de Oscar Wilde foi renovada e ganhou uma proteção de vidro no cemitério parisiense de Pere Lachaise, onde o escritor irlandês está enterrado.

O monumento restaurado agora é protegido por uma vidraça. A sepultura anterior foi quase destruída pelo batom de fãs que deixavam marcas de beijos.

O ator inglês Rupert Everett esteve no local, exatos 111 anos depois da morte de Wilde. A sepultura foi financiada pelo governo irlandês por meio de um projeto do neto do escritor, Merlin Holland.

O túmulo é considerado um monumento histórico, o que pode valer uma multa para fãs que o danifiquem.

    Leia tudo sobre: Oscar Wildeliteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG