Universitario e São Paulo fazem duelo das melhores defesas da Libertadores

Lima, 27 abr (EFE).- Universitario e São Paulo se enfrentarão nesta quarta-feira, em Lima (Peru), em partida de ida pelas oitavas-de-final da Taça Libertadores que coloca frente a frente duas das defesas menos vazadas da competição.

EFE |

Lima, 27 abr (EFE).- Universitario e São Paulo se enfrentarão nesta quarta-feira, em Lima (Peru), em partida de ida pelas oitavas-de-final da Taça Libertadores que coloca frente a frente duas das defesas menos vazadas da competição. Assim como o Internacional, paulistas e peruanos sofreram apenas dois gols na fase de grupos do torneio continental. O São Paulo, segundo melhor time da fase anterior, vai ao estádio Monumental enfrentar um dos seis times que ainda não perderam na Libertadores. O Universitario conquistou duas vitórias e quatro empates no grupo 4. O goleiro-artilheiro Rogério Ceni, que contra o Universitario completará 900 partidas com a camisa do São Paulo, rechaçou uma possível vantagem do Tricolor e garantiu que "no futebol, não há favoritos, menos ainda na Libertadores". O centroavante Washington, que deve voltar ao time titular, reconheceu que o adversário "é uma grande equipe", mas também prometeu que seu time fará "um bom papel" no Estádio Monumental. "O Universitario é muito forte fisicamente, mas nós também somos. O fato de jogarem em casa não garante a vitória a eles, viemos para fazer um bom papel, mas o jogo será complicado", comentou. Os jogadores do Universitario manifestaram respeito ao time brasileiro e colocaram o São Paulo como um grande adversário. "O Brasil sempre tem jogadores diferenciados, mas nós temos mostrado um bom jogo de equipe. Estamos invictos, por isso duvido que eles nos vejam como um adversário fraco", afirmou o atacante Alva. No entanto, os peruanos enfrentam uma série de problemas e seus jogadores reclamaram do atraso no pagamento dos salários dos últimos dois meses. Além disso, o campeão peruano terá o desfalque do goleiro Fernández e do zagueiro Galliquio, que brigaram com jogadores do Lanús, no empate em 0 a 0 na Argentina, na última rodada da fase de grupos, e foram suspensos por dois jogos pela Conmebol. Prováveis escalações:. Universitario: Llontop; Revoredo, Galván, Carmona e Rabanal; González, Torres, Espinoza e Ramírez; Alva e Piriz (Ruidíaz). Técnico: Juan Reynoso. São Paulo: Rogério Ceni; Cicinho, Alex Silva e Miranda; Richarlyson, Rodrigo Souto, Hernanes, Jorge Wagner e Marlos; Dagoberto e Washington (Fernandinho). Técnico: Ricardo Gomes. Árbitro: Saúl Laverni (Argentina), auxiliado por seus compatriotas Gustavo Esquivel e Roberto Reta. dub/dr/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG