Com a febre de reality shows e games na televisão aberta norte-americana, emissoras menores crescem, a exemplo da AMC

Katie Holmes e Greg Kinnear em
Divulgação
Katie Holmes e Greg Kinnear em "The Kennedys", como Jackie e John F. Kennedy
Com 104 indicações ao Emmy 2011 , divulgadas na quinta-feira, a TV a cabo HBO mais uma vez desbancou as redes rivais em matéria de indicações aos prêmios mais importantes da televisão, mas várias indicações dadas a emissoras menos conhecidas geraram grande interesse em Hollywood. 

A ReelzChannel, que exibe principalmente longas-metragens e programas originais sobre filmes de Hollywood, assumiu um risco grande quando pôs no ar em abril a controversa minissérie de TV "The Kennedys", mas a iniciativa rendeu frutos em termos de audiência e indicações ao Emmy.

A rede recebeu dez das indicações altamente cobiçadas – as primeiras de sua história – incluindo uma na categoria de melhor minissérie ou filme e duas na categoria de melhor ator, para Greg Kinnear e Barry Pepper.

Depois que o drama sobre futebol americano "Friday Night Lights" saiu da NBC, a operadora de TV via satélite DirecTV pôs o programa em sua rede Audience Network de programas originais. Foi recompensada com quatro indicações ao Emmy, uma na categoria mais importante – melhor seriado dramático de TV – uma para Kyle Chandler como melhor ator dramático e outra para Connie Britton como melhor atriz dramática.

Também a rede Starz ganhou nove indicações, por "Pillars of the Earth", "Spartacus: Gods of the Arena" e "Camelot".

As indicações destacam uma tendência na televisão: os dramas, que nos anos recentes geralmente têm atraído públicos mais estreitos, vêm sendo substituídos na TV aberta por reality shows e programas de competições voltados a um público mais amplo.

Jon Hamm em
Divulgação
Jon Hamm em "Mad Men": série ajudou a dar credibilidade e audiência à rede AMC
Nicho de mercado

Emissoras como ReelzChannel ou Audience Network, com menos espectadores, podem pegar os dramas de alta qualidade e usá-los para atrair novos públicos. "Estamos vendo na TV a cabo um ponto de vista forte que é extremamente original. A TV a cabo tem uma audiência muito específica. É principalmente um mercado de nicho", disse John Shaffner, presidente da Academia de Artes e Ciências da Televisão.

A Audience Network é um pouco diferente. Como o canal pertence à DirecTV, paga por seus assinantes, seu objetivo não é tanto atrair novos espectadores quanto conservar os que já tem, disse Patty Ishimoto, gerente geral de entretenimento original da Patty Ishimoto.

Mesmo assim, disse ela, a investida em programação original e dramas de alta qualidade – a Audience Network comprou recentemente o seriado "Damages", com Glenn Close – vem dando bons frutos.

É claro que as indicações dadas à ReelzChannel, Audience Network e Starz são poucas em comparação com a poderosa HBO, com suas produções caras como "Boardwalk Empire" e "Mildred Pierce", este o programa com o maior número de indicações ao Emmy. A CBS levou 50 indicações, o segundo maior número. A NBC teve 46, a Fox, 42, e a ABC, 40.

Mas apenas alguns anos atrás as mesmas coisas eram ditas sobre a rede a cabo AMC, e hoje, depois de muitos Emmys ganhos por "Mad Men" e "Breaking Bad", ela é vista como uma das paradas chaves dos controles remotos das TVs quando o telespectador procura dramas de qualidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.