Record conquista marca histórica de audiência e busca liderança

Com 18% do ¿share¿, emissora paulista alcança metade dos televisores ligados na Globo na semana passada

iG São Paulo |

“Assumir a liderança é questão de tempo”, afirma Gilson Siveira, Coordenador de Imprensa da Rede Record, falando em nome da Central Record de Comunicação. Procurada pelo iG para comentar a nota publicada hoje pelo website de publicidade Adnews - que divulgou que ao longo da semana passada, entre sete horas da manhã e meia-noite, a audiência da Record correspondeu à metade do “share” (participação no total de TVs ligadas) da Globo -, ele confirmou os números: a média foi de 36% da Globo, contra 18% da Record.

“O crescimento constante da Record nos últimos cinco anos tem ganhado força com a queda de outras emissoras”, afirma ele. "Não vemos nas outras nada que seja diferente do que nós produzimos. Muito pelo contrário: as produções da Record estão seguindo os melhores padrões mundiais da televisão, por isso alcançarmos o primeiro lugar é uma questão de tempo."

Ainda de acordo com a Record, o programa “Fala Brasil”, que vai ao ar diariamente das 08h30 às 09h30, é um dos mais expressivos no aumento do “share”, liderando a audiência há 11 meses consecutivos. A seguir, a entrevista exclusiva concedida para o iG .

Ocorreu algo extraordinário nesse período ou vocês acreditam que é um movimento consolidado e que deve se repetir nas próximas semanas?
O crescimento da Rede Record é constante nos últimos 5 anos. Com a queda de outras emissoras, nossos objetivos estão chegando mais rápido até do que o planejado. Nas próximas semanas teremos um movimento distinto, porque começa a Copa do Mundo, com direitos de transmissão da Globo, mas em agosto a normalidade da nossa ascensão deve se renovar.

Quais programas da Record que são os principais responsáveis pelo aumento da audiência?
Nossa grade como um todo cresceu. Tivemos o final de “Bela, a Feia”, mas “Ribeirão do Tempo” está aí. Séries, como “CSI”, tem resultados expressivos, o jornalismo tem índices históricos todos os dias. O “Fala Brasil”, por exemplo, é líder de audiência há 11 meses consecutivos, a Linha de Shows e realities todos os dias surpreende com audiências sempre maiores.

Em que horário é mais difícil concorrer com a Globo?
Difícil é conquistar o telespectador e neste desafio estamos conquistando várias vitórias.

A previsão feita pelo Walter Zagari em 2007, citada na nota da AdNews, continua valendo? Vocês acreditam e acham viável ultrapassar a Globo em audiência e faturamento até 2012?
Estamos trabalhando a caminho da liderança fazendo uma TV de primeira.

Procurada pela reportagem do iG , a Globo não havia se manifestado até o momento da publicação desta matéria.

    Leia tudo sobre: GloboRecordshare

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG